Renata Simões
Anita Pompeu

por Renata Simões
Anita Pompeu

Como aprender a viver junto? A pergunta, urgente e atual, é tema do Trip Transformadores 2018. Conheça os dez homenageados deste ano

A sensação que dá quando a gente olha para além da bolha e do insulfilm que blinda e anestesia o mundo é a de que não está tudo bem. Desigualdades, injustiças, crueldade, atraso e aquele tsunami de desânimo de ver que as coisas precisam mudar – e que falta muito para isso acontecer. Mudar nas pequenas ações, no dia a dia, de dentro pra fora, e, importante, sem esperar nada em troca.

Há 12 anos, a Trip, na forma do Prêmio Trip Transformadores, arranja fôlego para enfrentar essa onda, que vem com força e energia pesada, para mostrar que tem, sim, um monte de gente a fim, focada e trabalhando sério para fazer diferente, sair do automático e mudar o que não está legal nem dando certo.

Em 2018, mais uma vez o fôlego se renova e uma equipe focada em descobrir pessoas inspiradoras faz um mergulho no Brasil profundo, na busca e no encontro de indivíduos transformadores. Gente anônima ou conhecida, pobre e rica, da filosofia à faculdade da vida, do Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste. 

Seguimos acreditando na força das pessoas e temos certeza que só vai ficar bom para alguém quando estiver bom para todo mundo. É por isso que no Trip Transformadores 2018, uma única, mas urgente, pergunta guiará nossas reflexões:  como aprender a viver junto?

Conheça a seguir os dez homenageados do ano, inspire-se e faça diferente.

Danilo Zampronio | Gabriela Manssur | Lázaro Ramos | Lucinha Araújo | Luiz Chacon FilhoPadre Júlio Lancellotti | Ricky Ribeiro | Sebastião Oliveira | Sueli Carneiro | Valdeci Ferreira

matérias relacionadas