por Gui Odri
Trip #187

O qat é uma folha que, mascada, vira um estimulante, no Iêmen o vício no qat é ”social”

“Extremamente social. Como o chimarrão dos gaúchos.” É assim que o jornalista e fotógrafo Caio Vilela descreve a droga mais comum do Iêmen. O qat é uma folha de um arbusto que, mascada, torna-se estimulante. E é legalizada, apesar de no Iêmen ser difícil encontrar até bebida alcoólica nas ruas. É que o qat faz parte da cultura do país, apesar de proibido em outras nações árabes.

“É como vodca na Rússia”, conta Vilela, que tentou usar a droga três vezes, mas desistiu. É que, para “bater”, a folha, de gosto ruim - “parece de árvore mesmo”-, precisa ser mascada por 4 h. “Meu motorista dizia que é o oposto do álcool, que dá foco. Outro falou que dá vontade de conversar.” Médicos e pesquisadores locais juram que não vicia nem faz mal à saúde. No entanto, há uma espécie de “vício social”, e muita gente, em vez de comprar comida, compra qat, cujo maço varia de US$ 3 a US$ 15. “É muita grana pra um povo miserável como o iemenita.”

matérias relacionadas