por Luiz Filipe Tavares

Fotógrafo de São Francisco constrói câmera de raio-X em busca de imagens mais amplas

Cansado de trabalhar com negativo 10 x 15 e suas limitações de tamanho e sem espaço em casa para trabalhar com ampliações de maior dimensão, o fotógrafo americano Darren Samuelson resolveu queimar etapas. Ele construir sua própria câmera com negativos de raio-X para trabalhar em quadros de 35 x 91 cm (ou 14 x 36 polegadas) e assim captar maiores amplitudes em suas fotografias.

Seu apetrecho está longe de ser portátil. Trabalhando cinco dias por semana durante seis meses, o fotógrafo construiu so protótipo que segue em constante evolução. Enquanto viaja pelos Estados Unidos documentando seus resultados através de uma conta no Flickr e de seu blog pessoal, Samuelson segue adicionando modificações ao projeto de sua câmera de mais de 1.82 de extensão.

Em um vídeo criado pelo parceiro e companheiro de viagem Matthew Sultan (que você vê no alto da página), Darren explica um pouco da história do projeto e comenta o que o atrai em um local para utilizar sua enorme criação. No dia da gravação, Matthew e Samuelson estavam clicando a ponte Golden Gate, em São Francisco, do famoso mirante e ponto turístico Land's End.

"Eu estava fazendo uma lista das coisas que eu gostaria de fotografar e Land's End apareceu por ter o que eu procuro. É meio que um lugar dramático. Você pode ver as encostas e a ponte Golden Gate sobre o oceano. É um lugar tão lindo. Aqui, como em outros lugares, tem coisas que você precisa se preocupar enquanto está fotografando. Mas eu procuro não me estressar. Penso que é só mais um dia de fotos, mas com uma câmera diferente. Uma câmera muito maior, na verdade."

Na galeria abaixo você vê alguns dos melhores cliques de Darren Samuelson com sua câmera raio-X no esquema "faça você mesmo". Se você gostou do trabalho do fotógrafo, acompanhe suas atualizações no blog e no Flickr do artista.

(via Make:)

matérias relacionadas