por Luiz Filipe Tavares

Esquiadora tetracampeã dos X-Games morre depois de nove dias no hospital

Depois de sofrer um acidente gravíssimo enquanto treinava em Park City, no estado americano de Utah, a esquiadora Sarah Burke morreu após passar nove dias hospitalizada. Com apenas 29 anos, a tetracampeã dos X-Games de Inverno sofreu uma severa hemorragia cerebral na tarde do último dia 10 depois de se acidentar enquanto praticava no half pipe, sua especialidade sobre esquis. 

Sarah foi uma das principais envolvidas no lobby que elevou a categoria superpipe a esporte olímpico de inverno. A partir de 2014, quando acontecem os jogos de Sóchi, na Rússia, a modalidade passa a integrar o calendário oficial das olimpiadas de inverno. Em entrevista ao Globo Esporte, o chefe da equipe canadense de esqui freestyle, Peter Judge, fez questçao de relembrar que Sarah "esteve envolvida desde o início e foi uma das primeiras pessoas a colocar os esquis numa pista de halfpipe".

O skatista brasileiro Bob Burnquist, outro ícone dos esportes radicais, manifestou sua tristeza com a notícia através do Twitter: "Eu estava andando de skate hoje e ouvi um suspiro dizer 'Sarah Burke'. Acabei caindo, refleti um pouco, então acertei a manobra. A vida é muito curta. Eu fiquei sabendo que ela faleceu. Ela precisa ser forte agora. A Terra é só uma experiência passageira. Rezo por força para toda a sua família."

No player abaixo você vê a volta que rendeu a Burke seu quarto X de ouro nos X-Games de inverno.

matérias relacionadas