por Gui Odri
Trip #188

Nossa ex-secretária Janaína Ávila conquista espaço na novela da Globo, Tempos Modernos

Confirmando a mística das funcionárias da Trip, nossa ex-secretária Janaína Ávila conquista espaço na novela das sete da Globo com o papel da gótica Milena Morgado

Aos 33 anos, a atriz Janaína Ávila vive o momento de maior exposição em sua carreira. Ela vem conquistando cada vez mais espaço em Tempos modernos no papel da gótica Milena Morgado, disputada por vários personagens da Galeria do Rock da novela das sete da Globo. Ao mesmo tempo, Janaína se prepara para protagonizar em julho nos palcos paulistanos a peça Blitz, de Bosco Brasil, elogiada pela crítica no Rio.

Quem acompanha o sucesso de Janaína não pode imaginar que apenas dez anos atrás ela trabalhava como secretária – mais exatamente aqui na Trip Editora. Uma história que confirma não apenas a mística das funcionárias da casa como também a rápida ascensão da atriz. “Acho que eu sou um modelo de perseverança”, afirma.

Janaína é paulistana, filha da classe média baixa. Aos 16 anos, leu uma reportagem no Estado de S. Paulo sobre cursos de teatro. Escolheu o Emílio Fontana, que cabia em seu orçamento. Mas sua trajetória no teatro foi interrompida em 1997, quando seus pais se separaram. “Foi traumático. Tive que largar um pouco o teatro.” Foi quando começou a trabalhar para ajudar nas contas da casa. Seu primeiro emprego foi como assistente de telemarketing. Em 2000, prestou vestibular para letras na USP e artes cênicas na Unirio. Passou nas duas. “Não queria USP. Prestei só pra dizer que artes cênicas era a minha segunda escolha. Jamais achei que fosse passar. Mas passei.”

Trip girl

Em maio daquele ano, saiu do emprego, e seu ex-patrão a indicou para a Trip. “Foram sete meses incríveis. O ambiente era totalmente diferente do corporativo. Mas comecei a perder muita aula. Tive que sair. Foi um período breve, mas marcante.”

Alguns anos depois, um projeto profissional deu errado e ela acabou endividada. Como falava inglês, cogitou entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Desistiu porque, em 2005, entrou para o CPT (Centro de Pesquisa Teatral) do aclamado Antunes Filho. Dois anos depois, foi chamada por Bosco Brasil para produzir um projeto. Aceitou. No fim de 2008, se mudou para o Rio. Em março de 2009, seu projeto com Bosco conseguiu patrocínio e saiu do papel: Blitz, protagonizada pela atriz, está em cartaz no Rio e chega em breve aos palcos paulistanos.

Resolveu aproveitar a amizade com Bosco, autor da novela das sete, para tentar um trabalho na TV. Recebeu um “não” como resposta. Mas insistiu com Bosco até conseguir uma indicação. Os testes, no entanto, já haviam terminado. Deixou seu material na Globo, mas sem expectativas. No meio de 2009, no entanto, ligaram da emissora convidando-a para integrar o elenco de Tempos modernos. Ela está feliz com a exposição, mas sabe da real condição de sua classe. “Sou atriz desde sempre, mas parece que só me tornei agora que apareci na Globo.”

matérias relacionadas