por Luiz Filipe Tavares

No aniversário da morte de Andy Irons, multicampeão conquista o 11º título mundial

Atualização (04/11): Na tarde desta sexta, a Associação de Surfistas Profissionais (ASP) emitiu uma nota dizendo que cometeu um erro de cálculo na pontuação do torneio. Empatados em 9 dos 11 critérios de desempate, Kelly Slater e Owen Wright estão protagonizando o maior empate da história do surf profissional. Portanto, ao fim da antepenúltima etapa do torneio, Kelly Slater ainda não é o campeão mundial. Para concretizar seu 11º titulo do ASP World Tour, basta o multicampeão vencer uma bateria no Rip Curl Pro Search ou na etapa final, em Pipeline. 

***

No ano passado, poucos dias após a morte do grande rival Andy Irons, Kelly Slater surpreendeu o mundo conquistando seu décimo título mundial da categoria de elite do surf internacional. Neste ano, sem Irons para complicar a competição, Slater se sagrou campeão do circuito mundial pela 11ª vez, desta vez nas águas da Baía de San Francisco. E como não podia ser diferente, a vitória que dá o título antecipado do circuito para o americano foi totalmente dedicada à memória do tricampeão que morreu no ano passado. 

Na tarde de ontem, no dia exato em que a morte de Irons completou um ano, Slater bateu o australiano Daniel Ross na terceira fase da etapa de San Francisco do ASP World Tour, se classificando para as semi-finais e garantindo o título de 2011 antes do fim do torneio. Aos 39 anos, ele é recordista absoluto do circuito mundial e sem dúvida um dos mais importantes surfistas de toda a ahistória do esporte. 

Apesar da rivalidade acirrada entre Slater e Irons, os dois surfistas sempre se respeitaram muito. Em agosto deste ano, Slater teve a oportunidade de conhecer Axel, filho de Andy, nascido depois da morte do seu pai. O primeiro encontro do multicampeão com o herdeiro do grande rival foi emocionante e entrou para a posteridade graças ao registro de um fotógrafo da revista Transworld Surf.

Na mesma data, um dos patrocinadores de Irons publicou uma entrevista inédita do tricampeão em um vídeo que homenageia a carreira e a vida do surfista. Em circunstâncias misteriosas, Andy morreu vítima de um ataque cardíaco relacionado a um problema arterial e à mistura de drogas ingeridas na noite de 2 de novembro de 2010. 

Você pode ver o vídeo (em inglês) logo abaixo:

 

Na Trip #195, publicamos uma reportagem especialíssima com a cobertura do 10º título mundial de Slater e com as primeiras informações sobre a então nebulosa morte de Andy Irons em um quarto de hotel no Texas. Você vê o texto e as fotos do título histórico do multicampeão clicando aqui.

 

matérias relacionadas