por Piti Vieira

Caio Afeto escala, atravessa no highline e pula de base jumping em apenas uma só aventura

Desde que desistiu da profissão de engenheiro para se dedicar exclusivamente à escalada em rocha, em 2006, a vida do capixaba Caio Afeto, 28 anos, tem sido uma busca contínua por aventuras. As paredes rochosas o levaram ao highline e, mais recentemente, ao base jumping. “Apesar de os esportes não serem parecidos, eles se completam na montanha”, diz. “A escalada foi a primeira modalidade que me encantou e logo depois comecei a praticar o slackline, próximo ao chão. Foi questão de tempo e já estava escalando a montanha e atravessando o highline de um cume ao outro.”

O base jumping entrou no mix depois que ele conheceu seus ídolos do esporte, Rodrigo Almeida, Fernando Brito e Gabriel Lott. “Eles me inspiraram a entrar neste universo. Economizei por cinco anos e viajei para os Estados Unidos no ano passado para me iniciar no paraquedismo”, conta. “Fiquei cinco meses treinando até voltar ao Brasil e ser iniciado no base jumping por Rodrigo Almeida. A partir deste momento, abriram-se muitas possibilidades e desde então venho buscando a melhor forma de integrar esses três esportes na montanha.”

O maior objetivo de Caio no momento é unir os três esportes numa única aventura: escalar uma montanha até o cume, depois de chegar montar um highline de um pico a outro dessa montanha e, do outro lado, por fim, saltar. O cenário escolhido é a Pedra dos Cinco Pontões, uma montanha de 1.260 metros de altitude (a ponta mais alta atinge 500 metros de altura) localizada em Joatuba, zona rural de Laranja da Terra, no Espírito Santo.

“A intenção é realizar essa sequência em um único dia. A Pedra dos Cinco Pontões, que fica perto de onde moro, possui todas as características para realizar este projeto, que parece simples, mas envolve muito planejamento e treinamento”, diz. Caio deve realizar seu sonho na próxima expedição que fizer à região, programada para este mês. 

Créditos

Imagem principal: Naoki Arima

matérias relacionadas