por Autumn Sonnichsen
Trip #246

Foram lindos esses dias em Paris. Gosto muito de ver essas safadezas amorosas de vocês e de ver essa criança linda que foi produto dessas safadezas

Oi, Mari,

Estou num avião de Helsinque até Tóquio. Pelo jeito, o caminho nórdico é o mais rápido. A menina sentada do outro lado do corredor é uma daquelas japonesas estilo perua total, com um acompanhante de Rolex dourado, viajando num vôo de 10 horas de shortinho, cílios postiços e salto dourado, lendo revistas de fofoca em japonês. Meu bem, pegar o avião de salto dourado! Ela me conquistou logo de cara.

Foram lindos esses dias em Paris com vocês. Quero ser sempre a babá quando vocês tiverem trabalho pra fazer na capital francesa. Fico tão feliz que vocês criaram uma criança que gosta de ir a restaurante – quando a levei pra almoçar, ela comeu todos os meus escargots, e tive que pedir mais senão ia ficar com fome. 
Depois a levei ao d’Orsay: é o museu em que mais fui na vida, ficava lá horas escrevendo sobre as pinturas na época da faculdade, inclusive sobre A origem do mundo, do Courbet. Tenho a impressão (que pode ser errada) de que as crianças absorvem a cultura por osmose, já que não prestam atenção nenhuma nas pinturas e acham demais subir e descer de escada rolante. Pelo menos elas estão perto da grandiosidade. Vou levá-la de novo quando for mais velha pra ver como absorveu isso.

Também fiz uma grande descoberta tecnológica: que o melhor aparelho para fotografar crianças é o celular. Nenhum bebê vai esperar você tirar a máquina boa da bolsa toda embrulhada. As gatinhas tremendo de calcinha, estilo kudu em safári, sim, elas esperam você arrumar a luz, o aparelho e tudo mais; as crianças, não. Também acho que o celular é o melhor jeito de registrar o sexo, que minha máquina é um trambolho e, até eu sair da sala para abrir a mala das câmeras e procurar as lentes que talvez quisesse usar, vocês já teriam gozado. Gosto tanto de ver essas safadezas de vocês e de ver essa criança linda que foi produto dessas safadezas amorosas. Quando vejo a pele de vocês e quando vejo a filha de vocês, penso: é assim que tem que ser.

Então deixo registrado: estou apostando no iPhone pra crianças e pro sexo. Eita epifanias da vida. Dicas tecnológicas.

Beijo grande, Autumn

*Autumn Sonnichsen, 31, é fotógrafa. Seu site é http://www.autumnsonnichsen.com

matérias relacionadas