por Luiz Filipe Tavares

Mostra de cultura sexual ocupa centro de São Paulo com cinema, música e arte

Cinema, shows, exibições públicas de filmes a céu aberto, eventos de arte, performances, oficinas, debates, festas com duração de 48h e até uma pedalada da Vila Madalena até o centro. Tudo isso em contato direto com trabalhos que usam o sexo como linguagem. Essas são as atrações da terceira edição do Festival PopPorn, na Trackers, no coração da região central de São Paulo, nos dias 7, 8 e 9 de junho.

Entre diversas programações, o 3º PopPorn recebe a mostra itinerante "Bike Smut", que de acordo com a organização do evento, "celebra o ciclismo urbano e uma cultura positiva em relação ao sexo por meio de filmes eróticos de bicicleta". Toda a programação do Bike Smut será exibida em espaços públicos e abertos para que a própria comunidade paulistana reveja e defina novos conceitos sobre obcenidade.

O PopPorn traz ainda filmes premiados no exterior como o chileno Jovem Alocada, o americano Tio Bob e o francês Infidelidade. Entre os nacionais, destaque para o hoje clássico cult O Come Tudo, do gaúcho de Erechim, Sady Baby. O filme teve restrita circulação em São Paulo em 1986, com suas sessões mais famosas acontecendo no Cine Windsor. Em pouco tempo, a justiça retirou as fitas de todas as salas de exibição graças a uma cena de sexo explícito onde aparece um garoto de 4 anos, filho de um dos atores. O filme foi editado sem a cena polêmica e ganhou um lançamento em VHS ainda nos anos 90.

“A continuidade do PopPorn é fundamental em um momento de expansão do fundamentalismo religioso no Brasil, um manifesto contra a intervenção das igrejas no estado laico, um antídoto contra o conservadorismo que coube a livre expressão da sexualidade”, explicou Suzy Capó, umas das organizadoras da mostra.

Além das sessões de cinema, o festival oferece ainda uma série de oficinas relacionadas ao erotismo e sexualidade. Entre elas está a Playground do Amor, exclusiva para casais, sobre o uso de brinquedos eróticos. Mas ainda tem workshops de Shibari (bondage japonês), fotografia de fetiche, striptease, cinema erótico e pole dance. Nas mostras de arte tem trabalhos de Allan Sieber, Francisco Hurtz, Raphael Popovic, Glauco Guimarães e muitos outros.

Mais informações e a programação completa você encontra na página do PopPorn no Facebook

Vai lá: 3º Festival PopPorn
Quando: de 7 a 9 de junho, sexta, sábado e domingo.
Onde: Trackers - Rua Dom José de Barros, 337 - Centro, São Paulo/SP
Quanto: a partir de R$20
Ingressos: A partir e R$ 20
Informações: Facebook / Twitter 

PopPorn #3 from PopPorn Festival on Vimeo.

matérias relacionadas