Em água doce ou salgada

por Carlos Sarli
Trip #185

Stand up paddle cresce muito entre surfistas e atrai praticantes de todas as idades

Stand up paddle cresce a taxas de quatro dígitos, atrai homens e mulheres de todas as idades e gera provas de wave, regata, travessia e resistência.

Crescimento de 2.000% nos últimos dois anos, o dado foi divulgado na última Surf Expo, nos EUA, e é da indústria de pranchas de stand up paddle, aquelas grandes em que o surfista utiliza um remo e permanece em pé; me soaria duvidoso não tivesse constatado o avanço da modalidade na praia que frequento.

Reforça a veracidade da estatística o fato de que os adeptos podem também se divertir em lagos, represas, rios, inclusive aqueles com corredeiras, na versão mais recente do uso dessas pranchas. Originalmente, dizem, elas foram utilizadas por instrutores de surfe, para melhor observar os alunos na arrebentação, isso há cerca de 70 anos, no Havaí, e ressurgiram com força recentemente.
Na modalidade praticada nas ondas as pranchas já encolheram um bocado, aproximando as possibilidades de manobras às do surfe convencional. Mas na primeira etapa da primeira edição do circuito mundial, em disputa esta semana em Sunset, Havaí, os competidores precisaram de pranchas maiores para encarar séries de até 15 pés.

O brasileiro Eraldo Gueiros foi o destaque estrangeiro surfando nas triagens do evento contra uma multidão de havaianos, chegou até a final e se classificou para o evento principal. Perdeu na primeira fase do Red Nose Sunset Pro, quando disputava sua quinta bateria do dia, na terça-feira, em ondas de até 10 pés.

Na quarta-feira, o mar subiu ainda mais e a prova foi interrompida para preservar a segurança dos competidores. Deve recomeçar hoje e terminar até domingo. Outro destaque foi Riggs Napoleon, 12, filho do veterano Aaron, 41, que também disputa a prova. O circuito ainda não tem as próximas etapas confirmadas, mas faz uma estreia promissora.

Também inédita será a prova na modalidade travessia, que acontece no próximo dia 20 em Garopaba, SC, o Red Bull Paddle Cross. A largada será no sábado, dia 20, da enseada da cidade e, depois de cruzar sete praias num percurso de 18 quilômetros, a chegada acontece na praia do Rosa Sul. Os organizadores esperam reunir 60 competidores e a inscrição é aberta e gratuita.

MUNDIAL DE SURFE – WQS
Após três provas relevantes do novo ranking unificado, C. J. Hobgood, vencedor em Fernando de Noronha, lidera; Heitor Alves, vencedor em Paracuru, CE, está em sexto; e Jamie O'Brien, campeão do cinco estrelas em Pipeline, não aparece entre os 15 primeiros.
 
SURFE PRO JUNIOR
O título mundial que há 12 anos era decidido em uma única etapa na Austrália vai virar um circuito, com 48 homens e 18 mulheres. Após as seletivas regionais, a primeira prova será em Bali, Indonésia, em outubro.
 
MUNDIAL DE SKATE
O Oi Vert Jam abrirá no dia 4 de março no Rio o circuito WCS 2010.

 

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar