por Ricardo Calil
Trip #185

No futuro de Ilkka Halso, a natureza que restou vira atração turística e peça de museu

No futuro imaginado pelo finlandês Ilkka Halso, o homem tenta preservar (e explorar) o pouco do meio ambiente que ele não destruiu. Em suas montagens, a natureza vira atração turística, peça de museu ou uma espécie em extinção protegida em estufas

Ilkka Halso

No futuro, a natureza será uma atração de um parque de diversões, uma peça de museu a ser restaurada, uma espécie em extinção protegida em uma gigantesca estufa. Ao menos esse é o futuro imaginado pelo artista plástico finlandês Ilkka Halso em duas séries de obras que formam um dos avisos mais assustadores – e, ao mesmo tempo, fascinantes – sobre a deterioração nas relações do homem com o ambiente.

Na série “Restauração”, Halso montou instalações de árvores sendo recuperadas como se fossem obras de arte raras, relíquias antigas. Já em “Museu da natureza”, criou montagens que misturam fotos reais de paisagens e construções humanas manipuladas digitalmente em 3-D. Daí resultaram imagens fantasmagóricas como a de uma montanha-russa sobre um lago em uma região inabitada, uma floresta de pinheiros abrigada em uma enorme galeria de ferro e vidro ou uma cachoeira que deságua em um teatro vazio – que poderiam ser os cenários de um filme de ficção científica perturbador.

Em entrevista à Trip, Halso diz que enxerga suas obras mais como panfletos visuais do que experimentos estéticos – nos quais o homem tenta preservar (e explorar) o pouco do meio ambiente que sobreviveu à destruição promovida pelo próprio homem. “Meu trabalho quer mostrar, de forma irônica, que nós estamos perdendo nossa relação ‘natural’ com a natureza, que vem sendo transformada em fonte de lucro e de experiências turísticas”, afirma.

A reação mais comum de alguém que depara com um trabalho do “Museu da natureza” é perguntar: “Mas essas imagens são reais?”. Não são. Mas, para Halso, elas poderão ser em breve. Para o finlandês, a prova de que sua visão do futuro – já exposta em galerias da China, EUA e vários países europeus – não está tão longe da realidade veio de um visitante de uma mostra realizada na Alemanha. “Ele me contou que viu um documentário sobre a montanha-russa da minha fotografia. Só que ela só existe no computador. A realidade mais uma vez venceu a ficção.”

Mesmo pessimista, Halso diz ter certeza de que o mundo não vai acabar em 2012. Estará apenas pior, muito pior.

Vai lá: ilkka.halso.net

 

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar