Droga é a ignorância

por Ricardo Guimarães
Trip #200

Ricardo Guimarães: Melhor do que combater a maconha é combater o desconhecimento

Maconha de novo. De novo em termos, porque muita coisa mudou, inclusive eu. Hoje estou menos paciente e menos convicto de tudo.

 

Sobre a maconha em si, continuo achando que é um recurso como qualquer outro, que pode ser usado para o bem e para o mal. Acho que deve estar disponível para quem precisa, seja por razões de saúde física ou mental. E também que pode ser liberada para diversão sob algumas circunstâncias, e aí a coisa complica.

Porque aí entra o contexto de quem, quando e onde; assunto da absurda e nada ingênua luta dos negócios correlatos à maconha, como álcool e cigarro, contra a sociedade e vice-versa.

Imagino a maconha liberada e os gestores do seu negócio com metas de aumentar o seu consumo per capita. Que estratégias seriam arquitetadas para que o ambicioso e jovem gestor merecesse seu bônus e sua promoção por ter aumentado as vendas de maconha junto aos seus segmentos-alvo?

Será que seriam as mesmas usadas pelo pessoal do tabaco e do álcool? Não podemos subestimar a nossa capacidade de ter certeza sobre as virtudes das coisas mais canalhas de nossa cultura.

Eu já tive certezas absolutamente ridículas e ignorantes, como por exemplo brigar para poder fumar tabaco dentro de avião num voo de mais de nove horas de duração.

Você já parou para pensar na nobreza da causa da liberdade individual, da luta por um direito tão escroto? Ignorância, pura ignorância. Eu tinha certeza de que estava sendo justo e injustiçado. E não porque eu era jovem, emotivo e queria ser moderno, macho; sabe Deus o que o cigarro significava para mim na época. No fim das contas, era burrice da sociedade, que durante muito tempo adoeceu e morreu em nome da liberdade de escolha que impactou os não fumantes e o sistema de saúde. Isto é, um fuma e todos pagam o pato.

O nexo dói

Aprendi que nada é tão simples como eu gostaria que fosse. Hoje eu vejo nexo em tudo. E o nexo dói. Não dá para ver um jovem descolado de classe média fumando com sua galera e não pensar que ele está mantendo o tráfico de armas, o assassinato de menores carentes e a corrupção dos governos, para falar apenas da face mais visível da narcocultura. Ele é um coitado de um ignorante e mal informado como eu, que achava super “in” fumar dentro de um avião voando por nove horas seguidas.

Combater a maconha não leva a lugar nenhum. Combater a ignorância sim. De quem fuma e de quem não fuma.

Nesta altura da vida, eu só acho que deveríamos ter menos certeza sobre tudo, principalmente sobre o que não temos a menor dúvida. Viva a angústia e a cautela da certeza provisória!

Abraço do amigo cheio de perguntas.

Ricardo

*Ricardo Guimarães, 62, é presidente da Thymus Branding. Seu emial é ricardoguimaraes@thymus.com.br e seu twitter é twitter.com/ricardo_thymu
s

 

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar