por Redação

O havaiano Sunny Garcia é senhor absoluto do ranking mundial de surfe

Das 44 posições do ranking mundial de surfe (WCT), apenas uma não mudou de titular desde o início da temporada em janeiro. A exceção: Sunny Garcia, senhor absoluto do primeiro posto. A temporada vem sendo marcada pela rotatividade, algumas surpresas e outras decepções. Após 11 etapas o circuito chega ao Brasil com nove campeões distintos nas provas disputadas. Apenas Sunny nas duas etapas australianas e Rob Machado, na perna européia, conquistaram mais de um título. O campeão da última prova, disputada em Trestles, Califórnia, EUA, Andy Irons, amargava o 42º posto do ranking antes da vitória. Subiu 13 posições e subirá mais com os descartes dos piores resultados , já que não participou de três provas. Na mesma situação está Shane Beschen. Pior para os brasileiros Renan Rocha e Armando Daltro - este menos por estar liderando e garantido pelo WQS - que estão na zona crítica de classificação para a temporada 2001. Frustrante até aqui é o desempenho dos novos integrantes da elite mundial. Dos 10 novos, apenas três estão entre os 28 classificáveis. Dois deles na verdade, são veteranos que voltaram ao Tour, o brasileiro Teco Padaratz (10º) e Taylor Knox. Entre os brasileiros desaponta os desempenhos de Victor Ribas, terceiro do mundo em 99 que ocupa a 32ª posição, e Neco Padaratz (33º), apontados no início do ano como esperanças de título para o Brasil. Eles dependem muito dos dois resultados restantes, já que estão fora no WQS. Neco nem pontuou no ranking de acesso. Guilherme Herdy (11º) e Peterson Rosa (13º) fazem uma temporada bastante regular. Ambos já disputaram finais este ano, e Rosa entra no Rio Surf International defendendo o título. Já Fábio Gouveia (21º), está muito próximo de garantir sua 12ª participação no WCT em 2001. É muito provável que no Rio Surf, o título mundial seja definido. Foi assim com Slater em 92, com Occhilupo no ano passado, e dificilmente não será com Sunny na semana que vem. Para isto, só com Luke Egan chegando à final ou Jake Paterson sendo o campeão, numa final da qual Sunny não participe, para a decisão ir para o Havaí. Matemática improvável para o provável e merecido título do havaiano. * A perna brasileira teve início com o mundial de longboard disputado em Santa Catarina. Beau Young, 26, filho de Nat, ficou com o título na última edição disputada em prova simples. A partir de 2001 um circuito com quatro etapas decidirá o campeão. Esta semana o Tour está na Barra da Tijuca, Rio, para o WQS do Rio Surf. Em seguida o WCT e outros dois WQS quatro estrelas, em Maresias, SP, e Praia Mole, SC. O Tour 2000 termina no Havaí com o Pipe Masters em dezembro, e o Tour 2001 começa com o Pipe Masters em fevereiro. É isso mesmo, o calendário para a próxima temporada foi todo alterado e terminará em setembro na Califórnia. Nesse intervalo até dezembro, desclassificados do WCT terão oportunidade de correr atrás do prejuízo no WQS. A prova brasileira, confirmada por mais três anos, será em julho. Notas Ho e Kong Michael Ho, na categoria grand masters (acima de 43 anos) e Gary Elkerton na masters (acima de 35 anos), foram os campeões do mundial disputado em ondas clássicas em Lafitenia, França. As finais foram contra Mark Richards e Tom Curren, respectivamente. Surfe de sobrevivência '100 anos de surf' é o tema da revista FLUIR que está nas bancas, mas o melhor da edição é a sequência de Laird Hamilton em Teahupoo, Taiti, registrada há poucos dias. Com uma 6'10' shapeada pelo pai (Bill) ele escapa de um tubo de 20 pés. Windsurfe Três semanas de vela. Hoje em Ibiraquera, SC, começa o Sul Americano Oxbow Wave, com regatas até domingo. No Beach Park em Fortaleza, a partir do dia 19 tem início o Qualify do Ceará Wind 2000, etapa do mundial que começa dia 23, lá mesmo. E-mail: sarli@revistatrip.com.br
fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar