por Ricardo Alexandre
Trip #208

Deus é vermelho: A história de como o cristianismo sobreviveu e floresceu na China

Perseguido e censurado pelo comunismo, o jornalista chinês Liao Yiwu estava afundando na bebida quando, escondido na província de Yunnan, conheceu um médico cristão. O doutor havia abandonado a vida nas grandes cidades para dedicar-se ao voluntariado nas regiões mais afastadas da China. Juntos, o médico e o jornalista percorreram quilômetros de montanhas e vales para registrar o cristianismo clandestino que, apesar da perseguição do governo, foi plantado por missionários estrangeiros até 1949 e floresceu com força e características muito próprias desde então.

Deus é vermelho: A história secreta de como o cristianismo sobreviveu e floresceu na China comunista (editora Mundo Cristão) traz 18 histórias pungentes de generosidade, martírio e fé que fazem pensar sobre a grande diferença que existe entre a verdadeira espiritualidade e a mera tradição religiosa. Um livro que inspira e nos constrange ao mesmo tempo, não necessariamente nesta ordem.

matérias relacionadas