por Olivia Nachle
Trip #211

Conheça o trabalho de Nicolai Howalt, fotógrafo de carros recém-saídos de acidentes

Sob os olhos atentos de policiais, Nicolai Howalt fotografou carros recém-saídos de acidentes pesados. O dinamarquês de 42 anos é o autor das imagens que ilustram as colunas desta edição e que você vê na galeria acima.

Ele se comprometeu a mostrar os desastres apenas parcialmente, para evitar o risco de cair nas histórias individuais e se concentrar nos acidentes como uma metáfora que ele mesmo explica: “Sinto que todo mundo tem um medo onipresente do desastre. Foi por isso que escolhi acidentes de carro: a maioria das pessoas já vivenciou alguma situação dessas e reagiu com um horror complexo, uma forte curiosidade, mesmo com toda a brutalidade, morte e destruição envolvidas”.

Howalt diz que não há uma mensagem específica por trás de sua obra; trata-se de um estudo que pretende mostrar que o mais irracional e brutal pode afetar, mas também beneficiar e intrigar todos nós. “Pode a coisa mais feia possuir alguma beleza?” Sua obra parece dizer que sim.

matérias relacionadas