O escritor e ambientalista Kaká Werá fala sobre a Embaixada dos Povos da Floresta

A Embaixada dos Povos da Floresta, que exerceu papel importante nos anos 80 para defender os direitos dos índios no Brasil, vai retomar as atividades em São Paulo. O escritor e ambientalista Kaká Werá, homenageado com o Prêmio Trip Transformadores em 2010, fala sobre o assunto.

O que é a embaixada?
É formada por líderes indígenas históricos da Amazônia e do Mato Grosso, como Raoni e Álvaro Tucano. Ela teve um papel importante na Constituinte de 1988 para o índio conquistar a cidadania. Agora queremos focar em temas atuais, como o debate sobre o projeto de lei que pretende transferir o poder de demarcação das terras indígenas do Executivo para o Legislativo.

Onde ela vai funcionar?
A sede será em Itapecerica da Serra (Grande São Paulo), mas vamos promover eventos em São Paulo. Vamos fazer uma exposição e um seminário em agosto.

Como será a exposição?
Serão expostos trabalhos com foco em sustentabilidade, como o design de luminárias desenvolvido pelo Marcelo Rosenbaum com a tribo Yawanawá e o projeto de cestaria dos Baniwa para a Tok Stok. A ideia é mostrar o que há de vanguarda nos projetos indígenas hoje.

Vai lá kakawera.blogspot.com.br

matérias relacionadas