por: Museu da Pessoa

Para além da Kamala Harris

apresentado por Museu da Pessoa

Museu da Pessoa traz o projeto Vidas Negras para jogar luz na história de famílias negras do Brasil nos séculos XX e XXI

Confirmou-se, e os EUA terá Kamala Davi Harris como vice-presidente. Harris será a primeira mulher de ascendência africana a ocupar o cargo. Sua eleição é de grande importância, mas, em pleno 2020, as famílias e comunidades negras em toda a diáspora africana ainda não têm todo o destaque que merecem.

Pensando nisso, o Museu da Pessoa volta o olhar para seu acervo e traz à luz cenas do cotidiano de famílias negras do Brasil nos séculos XX e XXI. Assim que surge a programação Vidas Negras, um projeto cujo comitê curatorial reúne nomes como a filósofa e educadora Sueli Carneiro (fundadora do Geledés, Instituto da Mulher Negra), o escritor Diógenes Moura, a cineasta Day Rodrigues, a educadora Luciara Ribeiro e o pedagogo Roberto da Silva.

Composto por cerca de 20 mil histórias e cerca de 60 mil fotos e documentos registrados ao longo dos últimos quase 30 anos, o acervo do Museu da Pessoa fez uma seleção e organização de relatos de pessoas negras de todo o Brasil. “As histórias das vidas das pessoas negras são fundamentadas em cotidianos de resistência, frente aos pactos sociais violentos de uma branquitude ensimesmada. A fala como lugar de potência e memória abre um divisor de águas para construirmos vivências e narrativas negras para além deste mundo vil”, conta Day Rodrigues, integrante do comitê curatorial.

Até janeiro de 2021, a programação Vidas Negras inclui: uma exposição virtual dividida em quatro episódios, que pode ser visitada na plataforma do Museu da Pessoa; o podcast Pessoas, que será lançado dia 20 de novembro com a história de vida de 10 pessoas sobre a questão racial no Brasil; além da mostra audiovisual (Entre)vivências Negras, o Sarau Ouvido do Mundo, uma ação educativa para levar para escolas todo esse material.

As vidas negras são patrimônio fundante do Brasil e trazê-las à luz neste momento do país e do mundo é uma forma de atuar para que este valor – histórico e humano – não só seja reconhecido, como reverenciado. Entre na plataforma do Museu da Pessoa e confira toda a programação. 

O Museu da Pessoa é um museu virtual e colaborativo fundado em São Paulo em 1991, com o objetivo de registrar, preservar e transformar histórias de vida de toda e qualquer pessoa em fonte de conhecimento, compreensão e conexão. O Museu da Pessoa conta com um acervo de mais de 20 mil depoimentos em áudio, vídeo e texto e cerca de 60 mil fotos e documentos digitalizados de brasileiros e brasileiras de todas as regiões, idades, classes e atividades.

Créditos

"Essa ação foi viabilizada com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, por meio da Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania - PRONAC 19.3162"

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar