por Vinicius Felix

MTV estreia hoje uma de suas últimas produções: série com roteiro do cartunista Arnaldo Branco

A MTV como você conheceu nos últimos 23 anos vai acabar no fim do próximo mês. Mas ainda há tempo para sangue novo na emissora. É a série Overdose, que estreia hoje às 23h, com a exibição de seus dois primeiros episódios.

Overdose vai mostrar a história da banda formada Johnny Guitar (Juliano Enrico), Danny Star (Daniel Furlan) e Rony Thunder (Raul Chequer) com os integrantes relembrando os anos de dureza na garagem agora que alcaçaram o sucesso e glória.

Dos shows vazios até o excesso nas drogas e a inevitável briga de egos, Overdose mistura crítica com humor. Exatamente a linha que seu diretor e roteirista, Arnaldo Branco, estreante na função, imprime em sua série de tirinhas chamada Mundinho AnimalAlguma relação? 

“É porque temos muitas bandas ruins, talvez minha intenção com a série fosse inventar uma que eu gostasse. Brincadeira, nem acho o panorama tão devastador - a internet ajuda muito na garimpagem hoje em dia - só acho que nossa classe artística (e não só na área musical) tem cacoetes muito parecidos com os da política - lobby, nepotismo, fisiologismo etc.”, diz Arnaldo para explicar a origem da série.

O formato escolhido para Overdose é o mockumentary, o falso documentário. Consagrado por séries atuais como The Office, o modelo tem forte relação com o rock desde A Hard Day's Night, dos Beatles, até This Is Spinal Tap, assumidamente a maior influência para Arnaldo. “Achei que o formato podia render como uma série. Mas não é um plágio total, Spinal Tap é totalmente câmera na mão, simulando cobrir uma turnê de mentira, e Overdose é mistura de depoimentos para a câmera e eventos encenados”, conta.

No ano passado o piloto da série foi exibido na MTV com o nome de Rock’n Roll. A série produzida numa parceria de Arnaldo com a produtora Carambolas concorreu com outros cinco pilotos e levou a melhor no voto popular, garantindo mais 13 episódios.

Até a produção do piloto, o seriado já tem história significativa. “Recebemos 400 links para testes em vídeo. Quando estávamos quase fechando o elenco, chegaram os vídeos do Juliano, do Daniel e do Gabriel Labanca”. Os garotos do coletivo de quadrinhos e esquetes Quase ganharam a vaga imediatamente.

A parte triste da história é que Labanca faleceu após um ataque do coração. “Ele não viu nosso projeto ser escolhido e nem seus colegas serem chamados para ser VJs - a MTV adorou o trabalho do Juliano e do Daniel (a dupla cuida do Último Programa do Mundo, que faz piada com o fim da emissora). Para a série fizemos uma espécie de reboot com o Raul Chequer, que também é da Quase, na pele do irmão do personagem do Labanca".

Arnaldo, que não costuma perdoar ninguém em suas tirinhas do Mundinho Animal, não se lembra de ter falado mal da MTV, mas reconsidera. “Talvez tenha falado genericamente de VJs ou de algum programa específico. Gostei sim e por muito tempo do canal, mesmo aquela fase esquisita em que eles botavam aqueles clichês de roqueiro pra apresentar de má vontade clips do Molejão”. Ainda assim vai sobrar uma piada para a emissora: “A gente tem um episódio só pra zoar a MTV fase terminal”.

Vai lá: Overdose, segundas na MTV, às 23h


 

matérias relacionadas