por Luiz Filipe Tavares

Livro reúne as modalidades mais bizarras das competições tradicionais do Reino Unido

Conhecidos mundialmente por seu humor bastante particular, os britânicos são um povo que gosta de competições ditas "alternativas". Ilhéus separados por fronteiras bem demarcadas e unidos oficialmente sob a mesma bandeira desde 1707, eles compartilham o gosto pelo estranho e pela diversão que beira o mau gosto, transformando em tradição "esportes" altamente bizarros como a corrida do queijo, o mergulho em córregos e o rolamento de ovos.

Esse interesse pelo pouco hortodoxo virou livro na mão dos ingleses James Bamber e Sally Raynes, que lançaram em 2009 o divertidíssimo Wacky Nation. Com "50 dias inacreditáveis ao ar livre nos concursos mais loucos da Grã-Bretanha", a dupla cobriu as modalidades esquisitas que fazem parte de tradições inteiras de pequenas e grandes cidades da ilha de Elizabeth. Ali estão ainda as disputas de encantamento de minhocas, torneios de chutes na canela, concursos de comer cebolas e até estranhas corridas de papais noel em Newtown.

Cada concurso é rankeado de acordo com categorias que incluem a diversão em se assistir a cada evento, a maluquice de cada prova, necessidade de treinamento, o fator dor e se o evento é ou não aconselhavel para famílias. Com as categorias, que recebem notas de uma a cinco estrelas, você pode escolher se vai participar da comida competitiva de urtiga, das corridas de garçons, do torneio mundial de arremesso de pudim ou maior mentiroso do mundo.

O livro traz ainda um calendário com as indicações e datas dos principais concursos anuais, com 400 páginas de diversão bizarra. É um livro divertido e barato, que pode ser comprado pela internet por menos de R$ 30.

Livro: Wacky Nation: 50 unbelieavble days out at Britain's craziest contests
Autores: James Bamber e Sally Raynes
400 Páginas
Preço: R$ 20
Editora: Icon Books
Link de venda: www.amazon.com

matérias relacionadas