por Daniela Arrais
Trip #240

10 tópicos para uma vida mais equilibrada

Encontrar a simplicidade em meio ao caos do dia a dia é a proposta de Leo Babauta, criador do site Zen Habits. “É uma ironia da vida moderna que, enquanto a tecnologia continuamente se reinventa para nos poupar tempo, nós usemos esse tempo para fazer mais e mais coisas, tornando nossas vidas ainda mais agitadas”, diz ele, que vive na Califórnia e divide seus aprendizados com mais de 1 milhão de pessoas que leem o site a cada mês.

Babauta é seu melhor garoto-propaganda. Casado e pai de seis filhos, desde 2005 (ano em que decidiu fazer mudanças em sua vida), ele já parou de fumar, correu maratonas, virou vegetariano, escreveu um romance, um best-seller sobre produtividade, outro sobre viver com menos, entre várias outras mudanças. A chave para tudo isso: determinação, dedicação e métodos simples, repetidos com paciência. “É preciso desacelerar para aproveitar mais a vida, saborear os prazeres simples, rejeitar, em algum nível, a cultura materialista em que estamos inseridos. Trata-se de mudar os nossos valores e as nossas prioridades, trabalhar e fazer as coisas com maior qualidade, produtividade, perfeição, com atenção aos detalhes e menos estresse”, anota.

Listamos o decálogo de Babauta para pegar leve, com textos extraídos do Zen Habits, que é livre de copyright.

1. Comece devagar e faça menos
É difícil desacelerar quando você está tentando fazer 1 milhão de coisas. Em vez disso, faça a escolha consciente de fazer menos. Concentre-se no que é realmente importante, no que realmente precisa ser feito e deixe o resto ir embora. Coloque espaço entre tarefas e compromissos, para que você possa se movimentar ao longo dos dias em um ritmo mais relaxado.

2. Seja presente
Você precisa realmente estar atento a tudo o que está fazendo no momento. Isso significa que, quando você perceber que está pensando em alguma coisa que precisa fazer, ou em algo que já aconteceu ou poderia acontecer, gentilmente se coloque de volta no presente. Concentre-se no que está acontecendo agora, em suas ações, no seu ambiente, no que está ao seu redor. Isso requer prática, mas é essencial. Foque nas pessoas. Muitas vezes nós passamos o tempo com amigos, família e colegas, mas as nossas mentes estão em coisas que precisamos fazer. É preciso realmente se conectar com as pessoas em vez de apenas se encontrar com elas.

3. Crie uma rotina matinal gostosa
Se suas manhãs são apressadas, a solução simples é se levantar um pouco mais cedo. Isso significa ir para a cama um pouco mais cedo também. Escolha poucas coisas para fazer. Também é importante praticar a atenção plena. Considere esse tempo da manhã como seu espaço sagrado – não o preencha com porcaria. E porcaria inclui TV, notícias, e-mail, mídias sociais, aplicativos etc. Desfrute dos espaços de tempo entre uma coisa e outra

4. Faça uma coisa de cada vez, chega de multitasking
Multitasking é uma ótima maneira de elevar seu nível de ansiedade em tudo, pois você está sempre preocupado em fazer mais ou fazer outra coisa. E se, em vez disso, você acabar de fazer uma coisa e aprender a confiar que não deveria estar fazendo qualquer outra? É preciso prática. Quando estiver comendo, basta comer. Basta caminhar. Basta falar com alguém. Basta responder seus e-mails, até a caixa de entrada ficar vazia. Você vai aprender que há paz em fazer apenas uma coisa e deixar de lado todo o resto.

5. Desconecte-se
Não esteja sempre conectado. Desligue o smartphone, aprenda a deixá-lo para trás quando possível. Se você trabalha em um computador a maior parte do dia, desligue-o por alguns momentos para se concentrar em outras coisas.  Estar conectado o tempo todo significa que estamos sujeitos a interrupções, constantemente estressados com informações chegando, à mercê das exigências dos outros. É difícil desacelerar quando você está sempre verificando novas mensagens que chegam.

6. Pare de procrastinar
Nós procrastinamos porque nos sentimos desconfortáveis em fazer algo e queremos fazer coisas mais fáceis ou familiares no lugar. Nós não queremos escrever esse relatório/artigo/capítulo porque é difícil, e é mais fácil checar e-mails e cuidar de um monte de pequenas tarefas. É mais fácil adiar essas tarefas temidas. Para mudar isso, é preciso dar à tarefa algum espaço, prestar atenção a ela e descobrir seus aspectos mais agradáveis – toda tarefa tem um.

7. Aprecie a natureza
Muitos de nós passamos muito tempo em casa, no escritório, no carro e no ônibus sem olhar a vida lá fora. É importante ter tempo para ir lá fora e realmente observar a natureza, sentir o ar fresco, desfrutar da serenidade da água e da vegetação. Exercite-se ao ar livre quando puder, faça passeios e caminhadas, sozinho ou acompanhado.

8. Elimine os compromissos
Quando você faz as coisas importantes com foco, sem pressa, algumas outras serão empurradas para trás, deixarão de ser feitas. E você precisa perguntar a si mesmo: o quão necessárias são essas coisas? O que aconteceria se eu deixasse de fazê-las? Como posso eliminá-las, delegá-las, automatizá-las? Criamos compromissos demais e é por isso que estamos correndo tanto. Lentamente elimine compromissos, escolha até cinco essenciais e perceba que o resto, por mais agradável ou importante, não se encaixa no seu momento.

9. Faça exercício
A maioria das pessoas teme o exercício e o tira da rotina. Experimente viver o momento enquanto estiver fazendo exercício, observe plenamente o seu corpo, como ele se move e funciona, sua respiração e seus pés como tocam o chão, observe o ar, os cheiros e os lugares em torno de você. Curtir o exercício o torna mais agradável, deixa vocês mais propenso a fazê-lo.

10. Encontre prazer em tudo e pare para respirar
Encontre prazer em tudo o que você fizer. Quando lavar pratos, em vez de correr para acabar logo com a tarefa chata, sinta a sensação da água, da espuma. A tarefa pode ser realmente agradável se você a vir dessa forma. O mesmo se aplica a qualquer outra tarefa. A vida pode ser mais agradável se você aprender esse hábito simples. Quando você estiver acelerado, faça uma pausa e respire profundamente. Sinta o ar entrando no seu corpo e o estresse saindo. Concentre-se totalmente em cada respiração, que vai te trazer para o presente, lentamente. E

matérias relacionadas