por Tati Tacla
Trip #185

No verão carioca da Catalunha o nosso frescobol virou moda entre vários tipos de gringos

“Vim para Barcelona para virar carioca.” A frase pode parecer piada, mas no alto verão da Catalunha tá todo mundo de Havaianas e nosso frescobol virou moda. Nos dias de mais calor, são tantas duplas na beira do mar que nem dá pra entrar na água sem parar um jogo. Catalães, italianos, argentinos, mestres brasucas e até ucranianos fazem parte da brincadeira da liga de frescobol da praia de Bogatell, a mais bacana da cidade. Ninguém sabe como o jogo baixou por lá. Os espanhóis garantem que a prática não é brasileira, mas as boas raquetes, vendidas na maior loja de artigos esportivos de Barcelona, vêm com a etiquetinha made in Brazil. Outras raquetes, da marca Monti, desenhadas pelo catalão Carlo Mantanaro, também são fabricadas no Brasil. O resultado é que os catalães estão ficando bons na brincadeira, mas ginga mesmo é pra malandro.

As melhores raquetes de frescobol*
Crypton: crypton.frescobol@terra.com.br, (27) 3238-7587, R$ 50 a R$ 110; Fast Ball: fastball@fastball.com.br, (11) 4771-2767, R$ 20 a R$ 60; Cacau GP: cacaugp.frescobol@gmail.com, (21) 2558-1299, R$ 25 a R$ 44

* Dicas de Paulo Henrique dos Santos, presidente da Federação de Frescobol do Estado do Rio de Janeiro

matérias relacionadas