por Paulo Moura

Com mais de 240 mil seguidores, o ilustrador carioca Felipe Guga mostra que o otimismo também dá audiência

Para curar um desenlace amoroso tem quem caia na gandaia e tem quem prefere se recolher por um tempo. Felipe Guga, 37 anos, decidiu criar uma conta no Instagram e compartilhar ilustrações que transmitissem coisas boas, inspirações, mensagens que lhe servissem de conforto. Dois anos depois do primeiro post, ele caiu no gosto de mais de 240 mil pessoas que, se não compartilham de uma dor de amor, veem ali um respiro perante as outras tantas dores do mundo.

Sorria, você está sendo iluminado, seu livro que acaba de ser lançado pela editora Galera Record, reúne uma bela amostra dessas ilustras.  De Osho a Gandhi, de Jesus a Neil Young, a ideia de Felipe não é apenas acender a esperança nos corações dos que o seguem com aforismos, mas também tirar da zona de conforto do dia a dia e propor a reflexão. “Gosto de pegar um objeto ordinário como um pacote de macarrão instantâneo, por exemplo, e tirar dali algo extraordinário”, diz.

Faça chuva ou faça sol, o carioca produz uma imagem nova por dia, mesmo quando assume as pick-ups de algumas das festas mais badaladas da noite carioca, como a Rocka Rocka, a Malaka e a Fica Comigo. Ele desenha em casa mesmo, direto no papel com tintas luminosas (e preservando eventuais imperfeições estéticas para manter a autenticidade) e depois digitaliza e publica a ilustração num processo que ocupa cerca de uma hora e meia do seu dia.

Um cara 100% otimista, ele diz que prega a elevação da consciência. "Felizmente, cada vez mais pessoas tem buscado isso e, ao contrário do que dizem por aí, não é só notícia ruim que dá audiência”.

Vai lá: instagram.com/ofelipeguga

matérias relacionadas