por Redação

Grupo de Caxias do Sul começa jornada de transformação

Se as manifestações nas ruas em 2013 mudarão cenário político do Brasil, só o tempo vai dizer. De fato, mesmo que aos poucos, se nota que as mobilizações resultam em grupos de pessoas que percebem que a transformação é possível. 

É o caso deste pessoal de Caxias do Sul. Através do que viram nas ruas os jovens Vanessa Kukul, Rafael Ribeiro, Daiane De Gasperi, Ana Laura Carvalho Nunes, Janaina Formighieri, João Paulo Colognese, Calebe Borges e Felipe Echer se uniram para trabalhar nas causas que gostariam de mudar. O grupo começou desenvolvendo debates onde eles concluíram que a raiz do projeto estava nos jovens e, mais ainda, ele precisava acontecer nas escolas públicas.

A oportunidade de começar a realizar o que era só discussão apareceu com o Projeto Jovem Amigo da Criança 2013 da Fundação Abrinq, que daria um auxílio financeiro para ele. Depois de muito estudo e trabalho conseguiram ser finalistas do projeto. Após a premiação chegou a hora de realização da primeira ação do grupo, que aconteceu nesta semana. A escola escolhida foi a Estadual de Ensino Médio Galópolis.

Foram dois dias de atividade. No primeiro rolou um bate papo com os alunos sobre sonho, cidadania e o poder do coletivo. Além disso, foram exibidos histórias de outros lugares do mundo onde a realidade foi transformada com a ação de pequenos grupos unidos.

O dia terminou com uma dinâmica para descobrir qual era o sonho dos alunos e professores. Entre sete opções apresentadas, o pessoal do #TamoJunto pediu que eles escolhessem uma que foi possível de ser realizada em um dia. Os alunos escolheram a ideia de criar uma biblioteca ao ar livre na praça do bairro Galópolis.

Assim o segundo dia foi o de  trabalho para levantar a ideia. Um grupo com sacos plásticos fita crepe e spray armou a estrutura, outro grupo foi atrás de doações de livros para a nova biblioteca. 

“Crianças e adolescentes estavam presentes na praça, vendo a formação da Livreoteca e ouvindo dos próprios jovens contação de histórias de livros que já leram. Menina lendo para uma criança que teve curiosidade de pegar um livro na árvore. Crianças distribuindo livros entre si. Colegas de outros anos da escola chegando para ver o projeto nascendo. Jovens que não mediram esforços e se surpreenderam com a descoberta de talentos nos próprios colegas. O sonho deles? Ter mais cultura por perto”, conta Vanessa Kukul, uma das integrantes do #TamoJunto. 

A ação do grupo surpreendeu a comunidade. Disseram coisas do tipo: “Vimos que não é difícil quando fazemos em grupo”, "Juntos conseguimos algo que jamais imaginei ser possível". “E não existe o que possa pagar esses instantes mágicos” 

E virão mais escolas e projetos? “Precisa mesmo dizer que vamos continuar?”, o grupo responde em conjunto.

Vai lá: http://tamojuntopjac2013.wordpress.com

matérias relacionadas