por Alexandre Potascheff

Com seu jeito desencanado e divertido, a musa do Pânico contou suas histórias ao Trip FM

Sabrina Sato nasceu em Penápolis, no interior de São Paulo, e estreou na televisão aos 8 anos, na novela Cortina de Vidro, do SBT. Formada em ballet clássico, morou um tempo em São Paulo e se mudou para o Rio de Janeiro, onde cursou dois anos de Dança Contemporânea na Universidade Federal do RJ. Na capital carioca foi bailarina do Domingão do Faustão, fazia campanhas publicitárias e ganhou notoriedade por ser a “garota do tempo” do jornal O Dia. Mas nada comparado com o que viria a seguir.

Em 2003 ela participou da terceira edição do reality show Big Brother Brasil, onde fez muito sucesso pelo seu jeito autêntico, que mistura, nas palavras de Pedro Bial, a “brejeirice infantil com a sensualidade de gente grande”. Mas a catapultada final para a fama viria com o convite para integrar a trupe do Pânico, programa na Rede TV!.

No mês de outubro, Sabrina Sato foi capa da revista Tpm.

matérias relacionadas