por Pitty

Prestes a dar à luz, cantora faz uma playlist com Bob Marley, The Beatles, Novos Baianos, David Bowie, Elis Regina, Abba e mais

1 | “Three Little Birds”, Bob Marley. Porque a mensagem é linda e é o tipo de melodia “lullaby”, que imagino que bebês se interessem: alto astral, positiva, lúdica.

2 | “Strawberry Fields Forever”, The Beatles. Também nesse raciocínio, melodias meio canção de ninar, só que, neste caso, rebuscadíssima.

3 | “Gita”, Raul Seixas. Pelas características épica, clássica e atemporal. Imagino que seja uma boa melodia de cantarolar pra fazê-la dormir.

4 | “Wouldn’t It Be Nice?”, The Beach Boys.
É colorida e tem muitos sabores; é tipo uma salada de frutas, ou uma caixa de giz de cera. Penso num bebê ouvindo essa música e imagino ele frenético, balançando os bracinhos.

LEIA TAMBÉM: Pitty fala sobre as alegrias e os perrengues de se tornar mãe

5 | “Preta pretinha”, Novos Baianos. Essa faz parte do capítulo “Introdução ao Suingue”. Pelo groove, pela malemolência.

6 | “Modern Love”, David Bowie. Essa música dá vontade de se mexer, e tô doida pra fazer essa experiência e ver se isso acontece com os pequenos também.

7 | “Maria mole”, Rita Lee. Uma das minhas músicas prediletas da infância. Me marcou a letra, a história dessa personagem que era tão preguiçosa que “não fazia força nem pra soltar pum”.

8 | “Sunday Morning”, Velvet Underground. Canção de ninar das mais lindas da vida. Tem até caixinha de música no arranjo.

9 | “Dancing Queen”, ABBA. A letra, a melodia, o arranjo, são de chorar. Dá uma coisa no peito e a gente abre os braços e canta o refrão.

10 | “Madalena”, Elis Regina. É uma das músicas com o nome dela que tenho vontade de apresentar.

LEIA TAMBÉM: Pitty, depois da tempestade

matérias relacionadas