por Heitor Flumian
Trip #218

Chefs puxam pela memória afetiva e contam que prato tem gosto de aconchego do lar

Isso sim é “comfort food” de verdade! Pedimos para o chef Rodrigo Oliveira (do restaurante Mocotó), para Bel Coelho (do restaurante Dui) e para a banqueteira Nina Horta puxarem pela memória afetiva e contarem que prato tem gosto de aconchego

“Tapioca tem o gosto da minha infância, de família nordestina.” Rodrigo Oliveira

Dadinho de tapioca com queijo de coalho

  • 250 g de tapioca granulada
  • 300 g de queijo de coalho ralado
  • 500 ml de leite quente
  • 8 g de sal
  • 1 pitada de pimenta-branca

Misture queijo, tapioca e leite, mexendo para não formar grumos. Acrescente os temperos e mexa até a mistura se firmar. Despeje em assadeira forrada com plástico e cubra com filme plástico. Deixe esfriar e leve à geladeira por três horas. Corte em cubos e frite em imersão, a 170º C, até dourar. Sirva com molho de pimenta agridoce.

 

“A manteiga é uma grande e lambuzada comida de alma. E desce bem com o macarrão finíssimo, passado do ponto.” Nina Horta

Macarrão cabelo de anjo

  • macarrão cabelo de anjo
  • manteiga salgada

Cozinhe o macarrão até passar do ponto e ficar bem mole. Escorra e coloque uma boa colher de manteiga ou quantas colheres você e o macarrão aguentarem. Coma às colheradas.

 

“Essa é uma receita inspirada em sabores portugueses. Remete principalmente ao caldo verde que eu comia na infância.” Bel Coelho

Risoto de paio com favas verdes e couve

  • 200 g de arroz arbóreo
  • 80 g de cebola picada
  • 1 colher de chá de alho picado
  • 125 g de manteiga sem sal
  • 100 ml de vinho branco seco
  • 600 ml de caldo de frango
  • 4 folhas de couve inteiras branqueadas
  • 1 folha de couve picada bem fininho 
  • 200 g de paio, em fatias finas
  • 100 g de favas verdes frescas sem casca
  • Tomilho fresco e picado a gosto
  • Alecrim fresco e picado a gosto
  • Sal a gosto
  • Pimenta moída na hora a gosto
  • 20 ml de azeite
  • 80 g de parmesão ralado na hora

Fritar o paio em um fio de azeite quente em uma frigideira e reservá-lo. Refogar o alho e depois a cebola em 25 g da manteiga. Acrescentar o arroz arbóreo e refogar por um minuto, mexendo sempre. Adicionar o vinho e deixar o álcool evaporar. Acrescentar o paio. Colocar uma concha de caldo de frango (mantido quente ao lado da panela do risoto) e mexer constantemente. Repetir a operação até que o arroz fique quase cozido, depois de 20 minutos. Acrescentar a couve, as favas e as ervas ao risoto e continuar mexendo. Adicionar o parmesão ralado e o resto da manteiga. Temperar o arroz a gosto com sal e pimenta. O risoto deve ser “al dente” e sua textura deve estar úmida e aveludada. Servi-lo quente dentro da folha de couve inteira.

matérias relacionadas