por Mariana Caldas
Trip #194

Daniel Scandurra notou que os relógios de rua estavam sem as habituais propagandas e agiu

No início do ano Daniel Scandurra, filho do guitarrista Edgard Scandurra, pesquisava o movimento concretista. E calhou de notar que os relógios de rua estavam sem as habituais propagandas. Pareceu a hora certa para fazer seus poemas concretos e deixar a coisa, enfim... concreta. Usou estilete e papel contact e colocou sua obra em 27 relógios por São Paulo. Achava que ia durar um dia... Só em setembro viu suas obras removidas. Relógios vazios novamente, atacou com outra intervenção. “Nada de novo”, ele colou. “A repercussão foi muito boa. Eu penso em entrar com um projeto na prefeitura. Imagina se pudermos ocupar esse espaço com arte?”

 

Vai lá: www.flickr.com/dscandurra

 

matérias relacionadas