play

500 mil não poderá ser só um número

por Redação

Criolo, Jonathan Azevedo, Letrux, Luana Xavier, Maria Ribeiro, Mika Lins e Teresa Cristina se unem para uma homenagem aos 500 mil mortos da

Em que momento dissociamos os números das coisas, os uns dos outros? Criolo, Jonathan Azevedo, Letrux, Luana Xavier, Maria Ribeiro, Mika Lins e Teresa Cristina se unem para declarar este manifesto em homenagem aos 500 mil mortos vítimas da pandemia no Brasil. O encontro está no novo episódio da série Surtos Líricos, escrita por Emiliano Goyeneche.

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL: youtube.com/trip

play

500 mil 

 

O amor não veio hoje

ou veio na forma de uma bofetada 

um pranto

um salto ao infinito

que deixa um vazio na boca do estômago 


Em que momento

esquecemos de contar

e a matemática virou 

uma ciência incompreensível?


Em que final de dia

 deixamos-nos vencer

pelo cansaço

e jantamos o jornal no vidro 

sem mastigar?    

 

Em que momento 

dissociamos os números das coisas, os uns dos outros?


Os números já não podem ser números 

100 mil já não poderá ser 100 mil 

O símbolo vira carne 


200 mil já não poderá ser 200 mil

A cifra será matéria 


A partir de hoje e amanhã também 

500 mil não poderá ser um número
500 mil não poderá ser um número


Será suor

pele

memória

nostalgia

abraço

raiva

insulto

semente

bofetada

canção  

 

Não poderá ser um número
não poderá ser

não poderá

Não 

Créditos

Imagem principal: Reprodução

fechar