por Redação

Homenageados do Trip Transformadores participaram de bate-papo no Rio

No dia 30 de julho Marcelo Freixo e Luiz Eduardo Soares, homenageados pelo Trip Transformadores, participaram da mesa de discussão “Brasil hoje: A atualidade da banalidade do mal” promovida pelo Grupo Estação no Rio de Janeiro, após a exibição do filme Hannah Arendt.

Hannah, filósofa alemã, no livro "Eichmann em Jerusalém" criou o termo "banalidade do mal", após verificar durante o julgamento de Adolf Eichmann, responsável pela logística dos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, que ele não era um monstro, mas sim um homem extremamente superficial, um burocrata que trabalharia por qualquer causa.

Com esse pensamento, Hannah levantou a discussão sobre como o estado gera violência através da sua burocracia ao criar agentes que cumprem metas e não se dão conta dos efeitos da violência que praticam.

Um tema que está diretamente relacionado ao trabalho de Freixo e Soares, duas pessoas que denunciaram as consequências deste problema na polícia do país. 

Alguns trechos do debate estão disponíveis no Youtube. 

matérias relacionadas