por Redação

O ator de mais de 60 filmes lembra as agruras e glórias da trajetória do cinema nacional

Ele desempenha papel fundamental na história do cinema e teatro nacional. Já atuou em mais de 60 filmes e em peças a perder de vista. Interpretou os mais diversos personagens, foi dirigido por nomes como Glauber Rocha, Arnaldo Jabor, Hugo Carvana, Ruy Guerra e Hector Babenco e contracenou com algumas das mais desejadas mulheres do Brasil, como Sonia Braga, Kate Lira e Vera Fischer. Casou com Cissa Guimarães quando estava com quase 40 anos e ela com apenas 17. Figura polêmica, arrumou muita briga com diretores, graças a sumiços e atrasos, e ficou marcado por sua ironia, irreverência e pela expressão "porra", com a qual costumava pontuar o final de cada frase. Além de filmes e teatro, atuou em diversas novelas e é um dos mais famosos narradores do país, preferido, segundo diz a lenda, por 9 entre 10 publicitários. Aos 66 anos de vida e 50 de carreira, você pode encontrar nosso convidado de hoje, Paulo César de Campos Velho, mais conhecido como Pereio, nas livrarias, com o livro Por que se Mete, Porra, pela Editora do Bispo, e no canal Brasil, apresentando o programa de entrevistas Sem Frescura.

matérias relacionadas