por Redação
Tpm #135

Projeto coloca as cantoras Céu e Karina Buhr reinterpretando Bob Marley e Ney Matogrosso

“Sangue latino”, “O vira”, “Rosa de Hiroshima”. Até quem não era nascido em 1973, ano em que foi lançado o primeiro disco do grupo Secos & Molhados, conhece os hits que o tornaram um dos grandes clássicos da MPB – e que revelaram, entre outras coisas, o talento de Ney Matogrosso. Quarenta anos depois, caberá à cantora Karina Buhr reviver esses sucessos: ela é uma das convidadas do 73 Rotações, projeto que vai levar ao palco do Sesc Santana, em São Paulo, shows que recriam quatro grandes discos daquele ano. A verve performática foi um dos fatores na escolha de Karina, como explica o jornalista Ramiro Zwetsch, curador do projeto junto com Filipe Luna. “Ela tem um lance performático fundamental para esse show”, acredita Zwetsch. “E, por ter um timbre próprio, o público vai entender que o lance não é comparar com o Ney, mas apreciar outra abordagem do repertório.” Karina, que nasceu um ano depois do lançamento do disco, se lembra de ficar “totalmente louca” pelo som, com uns 10 anos de idade. "E hoje ainda é assim. Cada música do disco é uma preciosidade. A melhor coisa pra fazer é ouvi-lo e ouvi-lo.”

Outra que vai reviver um trabalho originalmente masculino é Céu: sua missão é refazer Catch a Fire, disco que marcou o estouro de Bob Marley fora da Jamaica e, dali em diante, definiu o reggae como o conhecemos. Céu, que já tinha gravado “Concrete Jungle” (faixa desse disco) em seu trabalho de estreia e mantém a influência jamaicana desde sempre, adorou a empreitada. “Minha admiração por esse disco só aumenta a cada ano”, diz a cantora, que pretende ser fiel aos arranjos originais. “É o melhor que posso fazer!”

Além das duas, o projeto conta com Cidadão Instigado interpretando Dark Side of the Moon, do Pink Floyd, e Fred Zero Quatro revivendo Nelson Cavaquinho, disco com pérolas como “Folhas secas” e “Juízo final”. Além dos shows, que acontecem entre 26 e 29 de setembro, a Radiola Urbana coloca no ar podcasts especiais sobre outros discos de 1973 que fizeram história.

Vai lá: www.radiolaurbana.com.br

matérias relacionadas