por Isa Penna

’Luto também pela legalização das drogas que, dentre várias razões, é fundamental para acabar com o encarceramento em massa de mulheres’

Diante da crise política que a gente vive no Brasil, da falta de água, dos ajustes fiscais que retiram direito das mulheres trabalhadoras e da guerra às drogas que encarcera mulheres todos os dias, eu nunca estive tão convencida de que o movimento das mulheres precisa ser autônomo. Autônomo a governos machistas e ao Estado patriarcal.

Minha luta é pela emancipação das mulheres e pelo fim de todo tipo de opressão. Pela formação de mulheres livres para serem e se tornarem o que quiserem e por uma educação que forme seres humanos sem preconceitos. Luto também pela legalização das drogas que, dentre várias razões, é fundamental para acabar com o encarceramento em massa de mulheres.

*Isa Penna, advogada e militante do movimento feminista

Veja outras lutas em nosso especial #mulheresquelutam

matérias relacionadas