apresentado por Almap

Keka Morelle, diretora de criação da AlmapBBDO, acredita que nunca foi tão bom ser mulher no mercado da publicidade, mas a realidade ainda não é ideal

Valores como propósito, diversidade e representatividade são cada vez mais determinantes no processo de escolha do consumidor. Mas como posicionar as marcas nesse cenário? Para falar sobre esse e outros desafios - como a necessidade de humanizar a publicidade – o Trip Transformadores foi até a Almap BBDO conversar com criativos e executivos da agência para descobrir: de que forma a publicidade pode ajudar a construir o Brasil que queremos ver e ser?

Neste vídeo da série, entrevistamos Keka Morelle, diretora de criação da Almap. "O nosso trabalho é alertar para que seja de verdade, porque é assim que tem que ser. Principalmente em ambientes criativos a diversidade é essencial", acredita. Para Keka, nunca foi tão bom ser mulher no mercado da publicidade, mas a realidade ainda não é ideal. "As mulheres da minha geração demoraram para perceber que aquilo que acontecia era estranho", conta. E finaliza: "Eu gosto de ver o lado positivo, tento focar no que é bom. E o público reconhece isso". Assista abaixo.

matérias relacionadas