por Natacha Cortêz

Zine sobre tesão traz textos de autores mortos e ilustrações da quadrinista Sirlanney

Ana Cristina Cesar, Serge Gainsbourg, Hilda Hilst, Henry Miller, Vladimir Nabokov e Anaïs Nin são apenas alguns dos 28 autores da terceira edição do zine Mó (ed. Lote 42), que desta vez traz textos sobre tesão. Mó é uma publicação trimestral (mas "sem compromisso", avisam seus editores), e aborda sempre um tema específico com textos de autores clássicos, pensadores e personalidades históricas. Em comum, o fato de todos estarem mortos.

Ilustrado pela quadrinista cearense Sirlanney, também conhecida por seu pseudônimo Magra de ruim, e com projeto gráfico assinado por Gustavo Piqueira, da Casa Rex, Mó Tesão tem oito páginas no tamanho A3 com quatro textos cada. Por ser picotada em quatro partes, a folha de A3 pode ser toda destacada, separando os textos. 

Sobre ilustrar os zine, Sirlanney contou: “segui meu estilo de aguada de nanquim e grafite, brinquei com a pornografia e ramos de flores, folhas e borboletas, uma releitura do Jardim das Delícias de Bosch, só que muito mais comportado”. A quadrinista também sugeriu Anne Sexton, Irene Lisboa e Hilda Hilst para o compilado de textos. 

O zine custa R$ 10 e pode ser comprado no site da Banca Tatuí. As edições anteriores, sobre os temas ódio e loucura, também estão lá. 

Vai lá: Mó Tesão, ed. Lote 42, R$ 10, www.bancatatui.com.br/categorias/zines/mo-tesao

matérias relacionadas