Receita francesa: Carolina Troisgros

Tpm

por Carol Sganzerla
Tpm #99

Carol conta que na tradicional família Troisgros quem manda na cozinha são os homens

Qual é a sua lembrança gastronômica mais forte da infância?
Eu devia ter uns 6 anos, eu e meu irmão íamos para a cozinha do restaurante e ficávamos comendo as torradas amanteigadas do couvert. Outra lembrança são os Natais na França. Minha avó fazia uma torta chamada Galette Des Roif, de massa folhada com pasta de amêndoas, e colocava uma porcelana dentro. A criança que achasse ganhava uma coroa de presente. É claro que minha avó comprava coroas extras para não ter briga.

Qual receita costumavam preparar em família?
Meu pai nunca cozinhava em casa, então, quando não dava para ir aos restaurantes ou não tinha nada em casa, a gente fazia omelete. Tomei horror a omelete. E era com o que tinha na geladeira, queijo, ervas. Até hoje não é uma coisa que sinto vontade de comer.

Com o ometele não foi o caso, mas qual comida começou a gostar só depois de adulta?
Isso aconteceu com o cogumelo. Sempre odiei. Me diziam: “Deixa o seu avô ouvir isso!”, porque na França eles comem muito. E meu pai, para implicar, colocou o nome de Carolina em uma pizza de cogumelo, no Boteco 66, o segundo restaurante dele. Hoje nem a pizza nem o restaurante existem, mas de um ano para cá comecei a gostar de shitake e shimeji. Só não gosto do cogumelo que vai no strogonoff.

Seu irmão seguiu a carreira de chef, você foi para a publicidade. A família pressionava para você “ir para a cozinha”?
Nunca teve essa pressão porque os cozinheiros da família são os homens. Até minha tia casou com um cozinheiro.

Qual receita do seu pai você mais come? E do seu irmão?
Do meu pai, a entrada de vieira de doce de leite, do Olympe. Com meu irmão, como mais na casa dele. Ele faz um hambúrguer caseiro com batatas com casca ao forno e eu só fico olhando!

O que não pode faltar na dispensa da sua casa?
Manteiga, mostarda Dijon, pão australiano, queijo brie e vinho.

Qual é o prato rápido que você faz quando chega em casa e não tem o que comer?
Espaguete alho e óleo. Às vezes, jogo um salame ou um presunto de parma por cima, fica ótimo.

Qual é a sua “porcaria” preferida?
Pipoca com manteiga. E as amigas sabem que não divido meu saco de pipoca com ninguém, nem adianta pedir.

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar