por Nina Lemos
Tpm #104

Letra “X” nos nicknames, brigas por ciúme e o sonho de frequentar encontros do empresário


As fãs ardorosas de Roberto Carlos que se cuidem. Um outro grupo, não menos apaixonado, acaba de se formar no país. Trata-se das Eiketes, fãs do milionário Eike Batista. Claro que elas não ficam gritando na frente das empresas dele. Como tudo hoje, o groupismo é on-line.

As moças que seguem Eike no Twitter usam seus jargões e algumas incorporam o “X”, marca de Eike – a holding que incorpora todas as suas empresas se chama EBX –, aos seus nicknames. O milionário as galanteia, as chamando de “amigas”. E elas também o chamam de “amigo”. A namorada de Eike é alvo de ciúme, claro. E, na semana em que este texto era escrito, uma das Eiketes despertou ciúme na rede porque passou a ser seguida por Eike no Twitter.

A Tpm tentou falar com as fãs de Eike, que foram desconfiadas. “Não somos amigas dele pessoalmente, só no Twitter”, foi a resposta mais ouvida. Mas deu para descobrir, vasculhando os seus perfis (o que a gente não faz pelo jornalismo!), que o ponto alto da vida de uma Eikete (existem Eiketes homens também) é frequentar encontros que Eike organiza com os twitteiros. Esse é o auge. Os encontros são realizados em restaurantes, em clima fino-empresarial. E Eike abusa dos conselhos para jovens empreendedores. E conta a sua trajetória (sim, é tipo um encontro da AmWay).

Mas, no Twitter, as moças estão também interessadas em coisas como “a beleza dos filhos de Eike”, as “roupas que ele usa”, “o fato de ele correr na Lagoa” e outros detalhes típicos de fãs. Outra mania é copiar frases do empresário e colocá-las nas páginas do Twitter. Exemplo: “Se você foi infeliz no amor pode ter inconscientizado isto e a partir dai só atrai e se interessa por pessoas que não o farão feliz” (sic). Ou: “O fato da felicidade ser boa é unânime mas reparem como algumas pessoas inconscientemente não se permitem ser” (sic). Eike agradece às homenagens com frases que alimentam o “amor”. “Obrigada, você é uma pessoa especial” é um dos exemplos.

Os homens fãs de Eike manifestam admiração fervorosa. Um deles, que usa o “X” em seu nickname e tem na sua “bio” a informação de que é fã de Eike Batista, escreveu: “@Eikebatista Sei que vc esta lendo, obrigado por me fazer sorrir, que amanha seja o primeiro dos melhores dias da sua vida. Fica com Deus” (sic). Sim, ser fã de Eike é coisa séria!

matérias relacionadas