por Thaís Ruiz

Como colorir paredes em vários tipos de ambientes

Existem muitas formas de escolher uma cor para um ambiente e como para tudo na vida não existe só uma verdade, o gosto pessoal interfere muito e o uso do ambiente em questão também. 

Ambientes de permanência continuada como salas e quartos devem receber mais cuidado nas escolhas e cores muito fortes devem ser evitadas, principalmente quando o ambiente é pequeno. Um quarto com paredes muito laranja, rosa forte ou vermelha terá um prazo de validade bem curto, dificilmente alguém conseguirá dormir ali por mais de um ano sem passar a detestar a cor atual.

Para as salas, a máxima "menos é mais" sempre dá certo e quando a vontade de ousar chega muito forte a dica é escolher uma só parede e compor as demais com outras nuances mais clarinhas, outro ponto para levar em consideração na escolha da parede é dar prioridade para aquelas que não possuem interferências como portas e janelas.

Seguindo ainda na orientação de cores fortes, outra dica é não carregar nas texturas ou o risco de ficar com cara de fachada comercial será bem grande.

Em substituição aos antigos texturattos e grafiattos algumas empresas se aprofundaram e lançaram linhas lindas, mais suaves e que ficam ótimas em ambientes internos como, por exemplo, a linha TerraCal da TerraCor que lembra a antiga caiação dando um ar rústico porém leve e com várias opções de cores para escolher. Seguindo esta linha, a Suvinil lançou uma linha de tintas especiais que imitam desde o concreto até o efeito linho, todas são fáceis de aplicar e custam pouco.

Agora, se a vontade é de brincar com cores mais claras, a combinação destas com rodapé de MDF branco pode fazer toda a diferença. Por mais clarinha que for a sua escolha de cor, quando a referência do branco está presente a tonalidade aparece com mais força.

Ambientes pequenos e de uso esporádico como, por exemplo, os lavabos, podem receber cores fortes e com total liberdade de tonalidades, nestes locais até os roxos estão liberados.

Quartos de crianças agitadas ou de adultos com problema de insônia pedem tons variantes de azul e lilás e com a quantidade de nuances existentes opções não irão faltar. Fascinação e Oásis Azul são tons da Coral Dulux que não tendem para o muito feminino e ficam bons para quartos de casal, meninos ou meninas.

Caso você seja o tipo que não curte cores muito expressivas, mas não quer ficar no branco neve, esqueça os antigos clássicos como o areia, gelo ou camurça e aposte nas variantes de tons acastanhados como o Vitral Romano, Malva Chinesa ou Branco Pintor também da Coral Dulux.

O assunto cor é vasto, delicioso e cada dia fica melhor por conta das novidades que não param de aparecer. As casas especializadas em tintas estão por toda parte e a possibilidade de mandar fazer latinhas ¼ para testar antes de pintar tudo dá ainda mais vontade de trocar as cores.

Pense com carinho e siga em frente.

(* Thaís Ruiz é arquiteta da Neo Arq. Twitter: @neo_arq)

matérias relacionadas