Tpm

por Luciana Carpinelli

A comida tem a cor e o sabor que a gente dá

Só de pensar naquele filé de frango branquelo feito na frigideira antiaderente com um pinguinho de azeite e quase nada de sabor você já esquece a vontade de comer? A reeducação alimentar te deixa de mau humor principalmente porque seus pratos têm sempre a mesma cara? Pois acredite: existe comida saudável E saborosa.

Sou a maior defensora de que receitas leves podem e devem ser muito gostosas. Isso porque a gente não precisa eliminar o sabor para evitar calorias: a maioria dos temperos não engorda e alguns ainda por cima ajudam a acelerar o metabolismo — o que significa que a queima calórica é mais rápida. Por isso, nada melhor do que juntar a fome de coisas gostosas com a vontade de se manter saudável e de bem com o nosso corpo.

Pensando nisso, separei três variações sobre o mesmo tema: sugestões super práticas e fáceis para deixar o filézinho de frango de todos os dias muito mais interessante (e delicioso!).

***

Frango louco (carne louca de frango)

Sabe quando você abre o congelador com a esperança de encontrar alguma coisa diferente mas só tem mesmo o filé de frango? Foi numa dessas ocasiões que resolvi inventar um jeito não tradicional de usar os ingredientes disponíveis e saiu esse frango desfiado temperadinho e saboroso, que pode ser servido tanto como um acompanhamento como virar um sanduíche dentro do seu pão preferido.

2 filés de frango cortados em cubos grandes
1 cebola pequena picadinha
1 dente de alho amassado
2 xícaras de água
1/2 tomate pequeno picadinho
1/2 colher de chá de colorífico (colorau)
5 a 6 azeitonas picadas (opcional)
1/2 pimentão picado (opcional)
3 colheres de sopa de ervas frescas picadas
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça um fiozinho de azeite e refogue a cebola e o alho sem deixar dourar. Acrescente os cubos de frango e vá mexendo para que doure todos os lados. Coloque a água, o tomate, o colorífico e tempere com sal e pimenta do reino (sem exagero pois o caldo vai diminuir e o tempero, se intensificar). Mexa bem e deixe cozinhar em fogo baixo por mais ou menos 15 minutos ou até que o frango comece a se desfazer. A água deve estar bem reduzida.

Ainda com o fogo ligado, adicione as azeitonas, o pimentão e as ervas frescas e vá mexendo para que o frango desfie (se preferir, use dois garfos para desfiá-lo mais rapidamente).

Você pode servir como um acompanhamento, em um sanduíche, em canapés ou com saladas (frio ou quente). Se preferir, acrescente um pouco de molho de tomate e envolva sua massa preferida.

Esta quantidade é suficiente para duas pessoas e pode ser congelada, caso haja sobras.

***

Filé de frango à tailandesa com salada de maçã

Este é mais um exemplo de que a combinação criativa dos ingredientes de sempre e a escolha dos temperos pode mudar completamente as refeições do dia a dia. Um filé de frango bem temperadinho com sabores agridoces e levemente picantes combina perfeitamente com a suavidade de uma refrescante salada de maçã. Vale a pena ousar um pouquinho!


1 filé de frango
1/2 dente de alho bem picado
1/2 colher de sopa de azeite
1/2 colher de sopa de mel
2 colheres de sopa de limão espremido
1 colher de chá de raspas de limão
1 colher de chá de coentro picadinho
1 colher de café de gengibre ralado
1 pitada de pimenta calabresa desidratada
1 maçã fuji
4 colheres de sopa de limão espremido
Sal e pimenta do reino a vontade

Junte todos os temperos e envolva bem o filé de frango (eu preferi cortá-lo em pedaços). Deixe descansar na geladeira por pelo menos uns 20 minutos para que os sabores se intensifiquem.

Enquanto isso, lave bem a maçã, corte-a em cubos não muito pequenos nem muito grandes e tempere com o limão, sal e pimenta do reino. Reserve também na geladeira.

Depois da pausa, grelhe (em uma frigideira antiaderente ou grill) os dois lados do frango com o tempero até dourar. Sirva com a salada de maçã geladinha.

Esta quantidade rende uma porção. Complemente com algum carboidrato (arroz integral ou com vagem e limão/aromatizado com limão e anis, grãos, purê de batatamandioquinha ou ervilhas etc.) para uma refeição equilibrada.

***

Filé de frango recheado com ricota, tomate e ervas

Cansou do franguinho grelhado de sempre? Aqui está uma opção diferente, bonita e deliciosa que não acrescenta muitas calorias à refeição. Variar o cardápio alimenta também os olhos e garanto que dá só um pouquinho mais de trabalho. ;)

1 filé de frango grande
3 colheres de sopa de ricota despedaçada
1 colher de sopa de tomate sem semente picadinho
1 colher de chá de ervas frescas picadinhas
1/2 colher de cebola picadinha
1 colher de sopa de páprica doce
Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Tempere o frango com sal, pimenta do reino e a páprica. Com um martelo de carne ou um rolo de macarrão, bata levemente sobre ele para que fique um pouco mais fino e mais extenso. Deixe-o descansar na geladeira enquanto prepara o recheio.

Misture a ricota com o tomate, as ervas, a cebola e sal e pimenta do reino. Unte uma assadeira pequena com um fiozinho de azeite e acenda o forno em 220ºC.

Retire o frango da geladeira e coloque a ricota no centro do file. Com cuidado, vá enrolando o filé, formando um “charutinho” e fechando as bordas com o recheio dentro. Você pode amarrar com barbante de cozinha ou então usar palitinhos para mantê-lo fechado (eu usei 4 palitos).

Coloque o frango recheado na assadeira e leve ao forno por mais ou menos 20 minutos ou até que o frango esteja cozido. Na metade do tempo, vire-o. Você pode servir o frango inteiro, mas se fatiá-lo, o prato fica mais bonito. Uma salada colorida complementa o prato que pode ter, também, um arrozinho integral para continuar saudável.

* Luciana Carpinelli é aquariana, curiosa, jornalista e tem uma infinidade de interesses — entre eles, a culinária. Não é chef (nem pretende ser) mas a necessidade de morar sozinha a fez experimentar a alquimia das panelas e descobrir que o fogão não é um bicho de quatro bocas. Seu blog é o Cozinhando para 2 ou 1 http://cozinhandopara2ou1.com // https://www.facebook.com/CozinhandoPara2Ou1

matérias relacionadas