Expressão feminina

por Carol Ito

Três artistas mulheres, com estilos totalmente diferentes, para você seguir no Instagram

A diversidade de traços, cores e formas marcam as obras de Daiana Ruiz, Marcella Riani e Helena Obersteiner, que colaboraram com a última edição (#180) da revista Tpm. Batemos um papo com cada uma delas para entender de onde vem a inspiração para criar e indicamos os perfis para acompanhar seus traços no Instagram.

LEIA TAMBÉM: Elas criam HQs sobre sexo, autodescoberta, masturbação e prazer feminino

Daiana Ruiz

A argentina de 30 anos usa a arte para mostrar a beleza feminina em sua diversidade: “Gosto de representar mulheres fortes, livres, fora dos estereótipos”, explica. Formada em design multimídia, ela mora em Buenos Aires, sua cidade natal, e trabalha como ilustradora há três anos. Já colaborou com publicações como as revistas The New Yorker, Rolling Stone e o jornal New York Times.

Daiana encontra no feminismo sua inspiração para criar: “Quando comecei, percebi que havia uma falta de representação de mulheres reais, sem os padrões [de beleza] impostos pelo sistema neoliberal. Acho que estamos passando por uma nova etapa de libertação das mulheres.”

Vai lá: @dai.ruiz

Marcella Riani

Com desenhos abstratos, Marcella Riani reinventa aquilo que observa no cotidiano. “Procuro detalhes, fragmentos de coisas, vou fazendo uma coletânea de retalhos”, explica a paulistana de 33 anos. Depois de concluir o curso de arquitetura, em 2010, abandonou a área para trabalhar com ilustração. Hoje, habituada a pintar em telas e murais, ela enxerga um diálogo entre a área na qual se formou e as artes visuais: “Eu levo um desenho que fiz na prancheta, pequeno, para uma escala urbana. É como se fosse um projeto de arquitetura”.

Além de artista, Marcella pratica kitesurf e costuma passar temporadas no Ceará para “velejar a trabalho”, como ela costuma dizer. “Fico muitas horas dentro da água. Nesses momentos, eu consigo parar para contemplar a natureza, sem celular nem nada que possa me distrair. Consigo enxergar formas gráficas na natureza”, conta. 

Vai lá: @marcella.riani

Helena Obersteiner

Com um traço que pode ser considerado infantil ou até mesmo feio, a paulistana de 26 anos defende a liberdade total na hora de desenhar: “O que tento promover com o meu trabalho é sair do automático, olhar para dentro de nós mesmos e ver que todos temos capacidades de expressão”, explica, acrescentando que desenhar “mal” não é necessariamente uma limitação. “Entendo o sujo, o torto, o irregular como potência de expressão.” 

Formada em design de moda, com pós-graduação em Fashion Marketing e em práticas artísticas, ela também ministra o curso “Desenhos feios”. “São exercícios em que provoco os alunos a sair da zona de conforto e ir em direção a um traço autoral”, explica. Dá para saber data e local do próximo curso acompanhando seu perfil no Instagram. Helena também é tatuadora e criadora da marca de roupas ZHOI, focada em moda alternativa.

Vai lá: @kiddowar

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar