por Isabelle Doudou
Tpm #80

Angélica é tão divertida que podia ser uma dessas amigas que a gente gosta de ter por perto

Linda, rica, bem casada e famosa. De uma mulher com esses atributos, esperávamos alguma soberba. Mas Angélica é tão divertida que podia ser uma dessas amigas que a gente gosta de ter por perto.
A carreira de Angélica Ksyvickis Huck, 32, teve início turbulento. Aos 4 anos, um assaltante entrou em sua casa e ela se tornou uma criança retraída, que só se animava assistindo ao Chacrinha. Sua mãe, preocupada, levou-a para ver o programa ao vivo e, com sorte, conhecer o Velho Guerreiro. Ele não só a recebeu, como a convenceu a participar do concurso A Criança Mais Bonita do Brasil. Ela foi a vencedora e, de lá para cá, não abandonou a mídia. Mãe de Joaquim, 3, e Benício, 9 meses, ela não come carne vermelha nem frango desde os 13 anos. E chocolate, desde que começou a amamentar o primogênito. Anda sem tempo de malhar, mas superinteressada em Pilates. Apesar de ter passado a vida fugindo de maquiadores malucos, que queriam mudar seu visual, pintou os cabelos para valer pela primeira vez em 2006, para uma campanha da L’Oréal, e adorou. “Mas prefiro meu cabelo natural”, garante.

Desde os 5 anos você é considerada um modelo de beleza. Isso não te deixou metida? Essa coisa da fama teve um efeito contrário em mim. Eu chamava a atenção quando era criança e isso me incomodava. Na adolescência não tive tempo de me sentir bonita, trabalhava muito, a vaidade fazia parte do show. Mesmo nessa fase em que a gente fica meio disforme, engorda mais uma coisa que outra, eu não podia relaxar porque estava no vídeo todo dia.

Qual foi seu grande mico de beleza? Quando estava na moda tirar a sobrancelha, eu fui na onda do maquiador. Minha sobrancelha é grossa e ele meteu a pinça. Ficou só uma linhazinha e eu, que tenho rosto largo, fiquei horrível, meio andrógina. Depois nasceu toda cheia de falhas... Por isso sou a favor de manter as coisas naturais!

Você se produz para ir até a padaria? Já fui mais refém da imagem, mas depois percebi que o que importa é se sentir bem. Pra ir ali na esquina, passo filtro solar, gloss e ponho óculos escuros. Quem trabalha com imagem sabe, as pessoas falam na sua cara o que acham, tipo: “Nossa, como você é baixinha!”. Ou: “Humm,você andou engordando, né?”. Eu não quero ouvir um: “Como você tá feia!”. E também não dá para assustar criancinhas com a cara amassada! É o normal de qualquer mulher, não é?

Você faz algum tratamento de beleza? Desde que o Joaquim nasceu, faço drenagem linfática, de duas a três vezes por semana, viciei. Outra coisa legal é a estimulação russa, aqueles choquinhos no músculo. Aquilo funciona, pois existem alguns músculos que a musculação não pega...

Você nunca colocou silicone. Como conseguiu passar batido pela febre dos peitões? Ah, eu gosto da coisa pequenininha! E, depois de uma idade, colocar peito dá uma engordada. Tenho a cara redonda, não dá certo peito grande. Se, depois de amamentar o Benício, ficar uma coisa lisa, posso até pensar, mas por enquanto tá em cima!   Tem alguma parte do corpo que você tem que cuidar mais? Sempre tive que prestar mais atenção nas minhas pernas. Sou roliça e, por mais magra que esteja, vou estar sempre com pernas. Toda vantagem que Deus me deu no abdome não me deu nas pernas... Não se pode ter tudo, né?

Capa protetora
“Meu cabelo é muito manipulado, então não vivo sem leave-in, mesmo quando não faço nada nele, pois sinto que protege”

Olhos de boneca
“Uso muito curvex, e o melhor do mundo é o da marca Shu Emura. Gosto muito do rímel da Dior, que alonga bastante os cílios”

Pós-parto
“A Clarins tem dois cremes muito bons para quem acabou de ter filhos. Um é para firmar os seios e o outro, para a barriga. Eu adoro!”

No chicken feet
“Desde menina vou à dermatologista e passo creme para o redor dos olhos. Estou usando o Endocare Contorno dos Olhos e Lábios, que a dra. Carla Assed indicou”

Xampu
“Sempre usei os xampus da L’Oréal, mesmo antes de fazer a campanha deles. Foi uma coincidência muito bacana. Uso sempre o Expert e também gosto do Colorvive”

Dark room
“Durmo com a babá eletrônica no quarto, e aquela luzinha atrapalha meu sono. Viciei naquelas almofadinhas de olho. Se viajar e esquecer, é um drama”

Pele
“Uso corretivo da Dior ou da L’Oréal e amo a base em spray da M.A.C, que é uma maravilha, é só borrifar no pincel e usar”

Coxão duro
“Tenho pernões, por isso não posso fazer muita musculação nem pedalar demais para não engrossá-los ainda mais. Então, corro e faço caminhadas, que afinam”

Todo dia
“Ao acordar, lavo meu rosto com o sabonete Effaclar, da La Roche-Posay. Depois, borrifo água termal da Avène e passo o creme Protient Fortify da RoC”

 

matérias relacionadas