”Por que meu corpo
te incomoda?”

por Redação

Debate inspirado em projeto do canal Universa reflete sobre os absurdos padrões impostos às mulheres

A conversa sobre corpo começou com a exibição de um vídeo da campanha “Por que meu corpo te incomoda?”, do canal Universa, do UOL, que reuniu exemplos de situações de repressão ao corpo feminino, por diferentes motivos: peso, pelos, cor da pele, amamentação. Em seguida, a editora do site Luciana Bugni, que mediou a mesa, convidou ao palco a psicóloga Mariana Nogueira da Luz, a bailarina Fernanda Lensky e a modelo Thais Silva.

play

Depois de ter sofrido ataques gordofóbicos na internet por conta de uma foto de biquíni, Thais organizou com outras mulheres um protesto na praia e levou o caso para a Justiça. “Eu consegui fazer isso, que foi uma coisa ruim, se transformar numa coisa boa”, lembra. Luciana aproveitou o gancho e indagou Mariana sobre os efeitos paralisadores que esse tipo de situação pode gerar e como contorná-los. “Não importa o que acontece conosco, mas o que a gente faz com o que acontece. O que acontece conosco a gente não controla”, respondeu a psicóloga, cujo trabalho é focado na saúde mental dos negros.

Em seguida, Fernanda assumiu o microfone para dividir as reflexões que teve sobre seu corpo e que a levaram a deixar de se depilar. Foi durante a gestação que ele percebeu que a rejeição aos próprios pelos não era natural e mudou sua postura em relação a eles. “Depois de ter passado por esse processo e conseguindo me adaptar, não me abalo mais com as críticas que recebo. Mas, às vezes, eu deixo de levantar o braço no metrô porque tenho preguiça dos comentários e dos olhares que vou receber. Tem dias em eu não quero militar, só quero não me depilar e estar tudo bem, eu só quero existir”, disse. “O feminismo não está aí para ser pesado”, disse Mariana, que completou: "Parece que a pessoa negra tem que ser ativista, e nem sempre ela quer ser ativista".

LEIA TAMBÉM: Nataly Neri (Afros e Afins), Letícia Lima (atriz) e Joice Berth (arquiteta e urbanista) refletem sobre o diálogo em tempos difíceis

Thais deu seu ponto de vista sobre a questão: “Adoro dar a cara a tapa na internet, eu gosto, acho que tem que falar mesmo. Não estou nem aí para o que eles falam, penso que são os haters que precisam de ajuda”. Mariana concordou e acrescentou que, quando alguém desumaniza o outro, está se desumanizando também.

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar