por Décio Galina

Havaiano leva a 4a etapa do Mundial; Ítalo Ferreira é vice do ranking

O havaiano John John deu um show nas ondas do Postinho, no Rio de Janeiro, e venceu a quarta etapa do Mundial de Surf de forma incontestável: com duas ondas acima de 9 pontos (9.70 e 9.27) não deu chances na final para o australiano estreante Jack Freestone, que somou 16.13. Dessa forma, John John Florence encerra a má fase que se estendia desde o ano passado até as três primeiras etapas desse ano na Austrália (conseguiu apenas um 5o e dois 13o lugares).

Para chegar ao título, John John despachou, na semifinal, Adriano de Souza, o Mineirinho, campeão mundial de 2015. Outro brasileiro que não resistiu às manobras sólidas do havaiano foi Caio Ibelli, derrotado no round 5. Gabriel Medina, campeão mundial de 2014, perdeu na semifinal, após tomar uma virada de Jack Freestone nos minutos finais da bateria – a ironia é que Medina havia batido Freestone, com facilidade, no round 4. Medina não ficou com o título, mas foi ovacionado no Rio de Janeiro pois foram dele as únicas ondas nota 10 do torneio (uma no round 2 e outra no 4) – com o terceiro lugar na etapa, ele alcançou a 9a posição no ranking do Mundial.

LEIA TAMBÉM: Por que Gabriel Medina dominou o circuito em 2014?

Havia muita expectativa também sobre a performance de dois brasileiros: Filipe Toledo (campeão da etapa carioca em 2015 e que não competiu as últimas duas etapas do Mundial pois estava machucado) e Ítalo Ferreira (nosso surfista mais bem ranqueado esse ano). Filipinho caiu no round 5 e foi eliminado pelo australiano Davey Cathels; já Ítalo foi batido por Freestone na mesma fase. Com a 9o colocação no Rio, Ítalo subiu uma posição no ranking é agora é vice-líder do campeonato, com 18.750 pontos – o australiano Matt Wilkinson segue na liderança com 24.500 pontos graças às vitórias nas duas primeiras etapas do ano. Filipinho também melhorou no ranking e agora é 14o. John John Florence escalou dez posições e já é terceiro com 18.700, colado em Ítalo. Dos dez primeiros lugares, quatro são brasileiros. A próxima etapa acontece em Fiji, de 5 a 17 de junho.

LEIA TAMBÉM: Yuri Soledade, o surfista baiano de ondas gigantes

Créditos

Imagem principal: André Schneck

matérias relacionadas