por Bruna Bittencourt

O engenheiro canadense Darryl Cheng criou o blog House Plant Journal para ensinar modos funcionais para cuidar de plantas dentro de casa

Darryl Cheng é um engenheiro que transformou seu hobby em coisa séria. "Notei que a maioria dos conselhos sobre o cuidado com as plantas é vago e não ajuda a entender como elas funcionam; são apenas direções. Como engenheiro, preciso entender o porquê", explica. O canadense, que vive em Toronto e trabalha como desenvolvedor de aplicativos, criou então o House Plant Journal.

A partir dessa página, ele compartilha sua experiência ao cultivar plantas em casa, sempre com uma abordagem mais técnica e menos estética. Assim, ele ensina a reproduzir espécies ou a identificá-las com a ajuda do Google. "Enquanto muitas pessoas são atraídas inicialmente pela aparência das plantas quando as compram pela primeira vez, sou fascinado pela forma como elas crescem em seu espaço." E não faltam timelapses sobre como elas reagem à luz ou à rega.

LEIA TAMBÉM: Site Urban Jungle Bloggers reúne pessoas que gostam de ter (muita) planta em casa

Darryl, que escreve um livro sobre o tema, começou recentemente uma página em que recebe financiamento coletivo. "É uma maneira de eu ganhar algum dinheiro como um consultor virtual de plantas de casa." E os assinantes podem tirar suas dúvidas diretamente com ele, com assinaturas a partir de 2 dólares por mês.

"Os conselhos sobre cuidados de plantas são geralmente uma lista de o que se deve ou não fazer, o que acaba eliminando a diversão de viver com elas. Isso também faz as pessoas acreditarem que, se seguirem as instruções, elas ficarão perfeitas e viverão para sempre", diz, sobre algo que pensa ser um erro. "Se você tratar as plantas como se fossem peças de decoração, ficará desapontado e entrará em pânico ao menor sinal de imperfeição."

A seguir, Darryl divide as melhores dicas que aprendeu cultivando seu jardim indoor:

  • Luz. "É o fator mais determinante para a saúde das plantas. É muito importante entender os diferentes tipos de iluminação que estão disponíveis em sua casa e escolher as espécies de acordo com eles. Regar uma planta que não tem luz suficiente pode fazer com que ela morra por excesso de água".
  • Gestão do solo. "Cuidar dele não é apenas regá-lo, mas fornecer uma ventilação suave perfurando-o com um pauzinho. Na natureza, as plantas estão acostumadas a ter insetos e vermes escavando em torno das raízes enquanto a chuva se reassenta e suaviza as partículas do solo".
  • Aceitação da natureza. "Se nosso objetivo é manter as plantas perfeitas, ficaremos desapontados: elas vivem, crescem e morrem. Minha maneira de criá-las é aprender sobre as melhores condições que podemos fornecê-las, escolher as espécies de acordo com isso e deixar a natureza seguir seu curso". 
  • Espécies. "Sansevieria [a espada de São Jorge] e pothos [jibóia] são muito fáceis de cuidar porque toleram uma ampla gama de níveis de luz e de umidade do solo enquanto mantêm uma boa aparência".

Vai lá: House Plant Club

matérias relacionadas