por Redação

“Eu sou preto, gordo e as pessoas não me compreendem desde sempre”. Baco Exu do Blues, o rapper baiano que leva uma legião de fãs do céu ao inferno

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL: youtube.com/trip

Com letras pessoais e viscerais, o rapper Diogo Moncorvo conquistou uma legião de fiéis que vão do céu ao inferno com sua música. Sob a alcunha de Baco Exu do Blues o baiano de 21 anos é responsável por "Esú", considerado um dos principais álbuns de 2017 na cena do hip-hop nacional. Ao Trip TV ele fala sobre espiritualidade, medo de errar e do transe que rola entre palco e plateia a cada show.

play

matérias relacionadas