por Redação

Em mais um exemplo extremo de exploração urbana, um grupo de paulistanos salta de prédios inacabados de 15 andares em São Bernardo do Campo presos apenas a cordas. Conheça os rope jumpers.

 Um grupo de aventureiros urbanos, sem qualquer patrocínio, se uniu para dar um novo significado a um conjunto de prédios abandonados há 30 anos em São Bernardo do Campo.

Eles são os rope jumpers. Pessoas 'comuns' - taxistas, vendedores, engenheiros -  que saltam do alto de edifícios presos a uma corda, por pura diversão. "Eu estou há 22 anos nisso, e ainda não me acostumei", conta o taxista Alan Ferreira. "O jeito é gritar e fluir toda a adrena dentro de mim". 

matérias relacionadas