Vem ni mim, Júpiter!

Tpm

por Lia Bock
Tpm #134

Convidamos uma jornalista para observar o que diziam os astros – e o que de fato aconteceu

Os humanos dividem-se entre os que acreditam em horóscopo e os que duvidam. Convidamos uma jornalista (que crê) para observar, durante uma semana, o que diziam os astros – e o que de fato aconteceu na sua vida

Prepare-se para um raro e excepcional período de sorte.” Essas são as palavras da astróloga americana Susan Miller que mais me marcaram em julho. Segundo ela, Júpiter entrou em Câncer, meu signo, pela primeira vez em 12 anos e isso causaria uma verdadeira revolução de saúde, prosperidade e felicidade. Uau! Ela chegava a falar em milagres. Sim, quem acredita em horóscopo com certeza acredita em milagres, certo?

Talvez não. O horóscopo é algo em que muitos de nós não acreditamos, ou não sabemos se acreditamos, mas lemos e insistimos em acreditar. Quem não gosta de ler o que dizem as parcas linhas do astrólogo no jornal que, teoricamente, foram escritas especialmente para nós? Tudo bem que a mesma mensagem sirva naquele dia para as milhões de pessoas no mundo que têm uma única coisa em comum: o signo. Ainda assim, aquilo funciona como um abraço, um alento.

Oscar Quiroga, psicólogo e astrólogo do jornal O Estado de S. Paulo, chama isso de reflexão: “Astrologia é aquilo que nos vincula à presença de algo maior. E o que eu escrevo é um chamado à reflexão para aqueles que buscam esse algo”, diz ele à Tpm. Sobre ser genérico e falar com pessoas diferentes ao mesmo tempo, ele justifica: “Temos mais em comum com os outros do que temos de diferente. O que cada um de nós vai fazer com isso é que muda”. Ele conta que os astros realmente não se movem com a mesma rapidez que as horas de um dia e que é preciso muita criatividade e literatura para dizer a mesma coisa de várias maneiras. “O ciclo astrológico mais rápido é o da Lua, que dura dois dias e meio. Mas eu conheço gente que lê os 12 signos todos os dias porque sabe que pode achar algo para refletir em mais de um deles.” Ou para rir, sei lá.

Susan Miller, a astróloga mais pop do planeta, é mais direta: fala como um guru, lança datas em que devo ou não fazer cirurgias, fechar negócios, me abrir para o amor. São palavras fortes, tão duvidosas quanto difíceis de ser esquecidas. Gente como o filósofo Mario Sergio Cortella não lê – ele diz que fica surpreso de ver que muita gente desacredita na previsão do tempo, mas crê no horóscopo. Mas ele respeita, “assim como respeito o catolicismo e outras religiões”. Para Cortella, trata-se de crença. Não os movimentos dos astros em si, mas as interpretações que se fazem deles. “Somos uma sociedade sem paz e qualquer coisa que nos acalme acaba sendo bem recebida. É bom encontrar justificativas exteriores a nós. É um calmante. Apazigua.” Bom, talvez seja menos nocivo do que dry martini ou antidepressivo em gotas. Munida dessas reflexões, mergulhei nos horóscopos dos dois maiores jornais de São Paulo.

Segunda 08.07.2013

O que importa para você, de verdade? A pergunta tem quatro semanas pra ser respondida! Hoje acontece a lua nova mais importante do ano pra você se redescobrir e definir caminhos pessoais. Profundidade e lealdade a si mesmo em primeiro lugar. Caminhos profundos. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

É completamente possível você fazer as coisas do seu jeito, mas sem que isso signifique atropelar o jeito das outras pessoas, que ficariam melindradas e, por isso, o resultado não seria o esperado, pelo contrário. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Estou num misto estranho de turbulência e paz. Rapidamente encaixo a turbulência com “o atropelo das pessoas”. Bem-vindo ao mundo real, né? Quem não atropela os outros? Quem consegue ser calculista e ter sempre “os resultados esperados”? Enfim, desisto de pensar. Fico com a “lealdade a mim mesma em primeiro lugar”, quem gosta de escutar isso levanta a mão. Caiu como cafuné.

Terça 09.07.2013

Com seu talento reconhecido, você pode avançar um pouco mais na profissão – lembre-se de se valer das ideias novas que circulam no ar. Lua, Vênus e Urano vibram por um novo estilo – que tal mudar o visual, adotar algo novo no seu estilo? Romantismo e galanteria. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

Demonstre apreço, isso facilitará tudo. Facilitará inclusive que você continue fazendo tudo do seu jeito, mas sem encontrar resistência, que seria driblada pela manifestação de apreço, que todo mundo gosta e quer um pouco. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: De fato meu talento foi reconhecido nos últimos tempos. Ruborizei. Uma editora me procurou e meu livro sai ainda este ano. Agora só falta meu chefe saber que os astros me mandam avançar na profissão! Romantismo, onde? Bom, se tudo estivesse muito certo eu iria estranhar. Quiroga, que dica é essa? Controlar o mundo dessa maneira não combina comigo e (acho) nem com os astros.

Quarta 10.07.2013

Você anda num embalo forte de revisão de metas e planos, é a época correta de sentir os prós e contras de todos eles. Guarde para si as dúvidas sobre o futuro. O dia promete alegrias, presentes e provas de afeto que restabelecem autoconfiança e fé em seu talento. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

Que alguém pretenda fazer você ver que tudo pode ser feito de modo diferente e até melhor, isso não seria uma afronta, mas a necessária correção de rumo, promovida pelos relacionamentos. Afinal, é para isso que existem. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Nossa, Barbara, você entrou na minha cabeça? “Revisão de metas e planos” é meu sobrenome. E adorei “guarde as dúvidas pra si”, obrigada. Quiroga, querido, adoro mudar de opinião e ser convencida de que há algo melhor a ser feito, mas desgosto da frase “correção de rumo”. Dá a ideia de que existe um certo e um errado e nisso eu não acredito.

Quinta 11.07.2013

Você está redefinindo seu território, recebendo elogios e dicas ótimas pra rever seu norte. Hoje, fique ligado nas finanças – há decisões que pode tomar pra garantir mais comodidade e segurança. Autoconfiança em alta, amor também flui e os amigos estão presentes. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

As necessidades do mundo e das pessoas não estão em sintonia com as suas em particular. Isso gera conflito, e não se sabe quais deveriam prevalecer, pois todas se munem de argumentos muito justos e compreensíveis. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Toda vez que o astrólogo usa a palavra “hoje” eu dou uma brochada. Soa preciso demais e um pouco charlatão. Me apeguei à “redefinição dos territórios”, estou mesmo precisando caprichar mais nas divisas. Mas quando leio sobre a “falta de sintonia com o mundo”, dita por Quiroga, quase choro! É tão bom ver que a culpa não é minha, que são os astros. Deu um alívio.

Sexta 12.07.213

Agende as reuniões importantes a partir da tarde; antes disso, é possível que você se perca em cismas variadas e pouco convincentes aos sócios ou clientes. Negócios rumam para mais estabilidade nos próximos dias. Mantenha discrição sobre planos pessoais. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

Repetir todos os dias os mesmos pontos de vista acaba degringolando numa espécie de prisão conceitual, onde você enxerga o mundo por uma janelinha, nem sequer a melhor, e bastante limitada. Abra a mente. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Barbara, perdemos nossa sintonia! Não tenho certeza de que você está falando comigo e isso é essencial para mantermos uma relação estável. Repetições são sempre maçantes e, de fato, às vezes tenho a sensação de que há uma vista melhor para o mundo do que a que tenho daqui. Li o Quiroga e não pude deixar de, algumas vezes no dia, pensar se havia um jeito diferente de fazer a mesma coisa.

Sábado 13.07.2013

Marte entra hoje em seu signo, sinalizando um período de impaciência e pressa na busca por mais espaço vital e por sua independência. Você quer liberdade, a vida em torno promete ajudar nas próximas duas semanas. Flutuações de humor dificultam relacionamentos. - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

A integridade não pode ser propagandeada através de um discurso que, depois, a prática negaria. Você precisa agir de forma independente dos resultados, apenas fazer isso porque é o que deve ser feito. - Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Estou muito impaciente. Mas, pudera, estou grávida de seis meses e amanhã é meu aniversário. Eu não quero independência, quero uma massagem, um motorista e cafuné! Hoje o horóscopo foi muito além do que eu podia. Além de cansada e velha, me senti burra. Amanhã será outro dia.

Domingo 14.07.2013

Saiba dar a devida atenção tanto à sua necessidade de ficar no seu cantinho, bem longe das agitações, como pra sua ânsia de explorar novos horizontes emocionais. Irritação e impaciência podem ser efeitos colaterais do destempero. Relaxe. Não dá pra fazer tudo de uma vez! - Barbara Abramo (na Folha de S. Paulo)

Quando as pessoas estão em harmonia, tudo é uma delícia, até as coisas que normalmente passariam despercebidas, porque partem da rotina. A delícia da harmonia consiste em tudo ter mais sentido, tudo ser mais brilhante. -  Oscar Quiroga (no Estado de S. Paulo)

Meu dia: Vejo crianças correndo pela casa, literalmente se danando. O sifão da pia estourou e há taças de ontem para ser lavadas. Mas hoje é meu aniversário e está tudo lindo – só que não! Como buscar meu cantinho com a família Buscapé espalhada pela casa? Barbara do céu, me ajuda! E obrigada, Quiroga, por me lembrar dessa tal harmonia, hoje (e esses dias) uma estranha desconhecida. Hoje é meu aniversário. É pique, é pique, é pique! Júpiter, vem ni mim, por favor!

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar