por Elka Andrello

coletivo bacana de artes funciona como hub da cultura DIY (do it yourself) em Kathmandu

O lugar mais bacana que encontrei em Katmandu e vou sorrindo à todos os eventos é um coletivo de artes chamado Sattya, pelos amigos.

 

Sattya Media Arts Collective, como o próprio nome diz, é um coletivo de artes que traz uma inédita brisa criativa para Kathmandu, a capital do Nepal. Sattya, que quer dizer verdade em sânscrito, foi criado em 2009 e é dirigido às pessoas que acreditam  que o poder do debate, conhecimento e expressão artística, inspiram as pessoas e podem sim mudar a sociedade.

 

Escritores, filmmakers, fotógrafos e qualquer forma de expressão criativa encontram no Sattya uma fonte de recursos e contatos para desenvolver projetos artísticos. O coletivo funciona como um hub da cultura DIY (do it yourself) na cena local.

 

Os projetos e as atividades são variadas: workshop de stencil, fotografia, poesia, vídeos, criação de jardim comunitário, e por aí vai. As festas no rooftop são as mais bacanas da cidade, a pegação dá vez a um bom bate-papo e a oportunidade de encontrar muita gente bacana do mundo todo.

 

Nesse final de semana acontece um workshop de Stopmotion.

 

#FICAADICA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

matérias relacionadas