por Dee Freitag

De Maria Bethânia a Patti Smith, uma playlist especial com letras de inspiração feminista

De uma coisa é certa: as mulheres sempre embalaram a música como só elas conseguem fazer. E, desde os anos 90, com o surgimento do movimento Riot Girls (ou riot grrrls), mais força e empoderamento ficaram presentes nela. O objetivo do movimento feminista era questionar as relações de gênero na música, o que acabou influenciando inúmeras bandas naquela época e ainda é referência pra quem quer fazer canções inquietas e questionadoras.

O Bikini Kill, por exemplo, começou como um pequeno grupo, que distribuía fanzines falando de violência e preconceito contra a mulher. Logo depois veio a necessidade de formar a banda, que trouxe o mesmo nome. Durante os shows, as integrantes convidavam os rapazes a irem para o fundo da platéia e convocavam meninas a tomar lugares privilegiados na frente do palco. No Brasil, a banda Dominatrix se destacou tanto com composições em inglês quanto em português, mostrando a necessidade de sensibilizar as pessoas para as situações de machismo e desigualdade.

Pra te apresentar cantoras e bandas inspiradas pelo feminismo, a TPM preparou uma playlist especial. Dê o play, empodere-se e divirta-se!  

Maria Bethânia – Preconceito

"Por que você me olha com esses olhos de loucura?
Por que você diz meu nome? Por que você me procura?
Se as nossas vidas juntas vão ter sempre um triste fim
Existe um preconceito muito forte
separando você de mim"

 

Rita Lee – Pagu 

"Não sou atriz
Modelo, dançarina
Meu buraco é mais em cima
Porque nem toda feiticeira é corcunda
Nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone
Sou mais macho que muito homem..."

 

Amanda Palmer & The Young Punx – Map of Tasmania

"They don't play the song on the radio
They don't show the tits on the video
They don't know that we are the media
They don't know that we start the mania"

Tradução: "Eles não tocam a música no rádio
Elas não mostram os seios no vídeo
Eles não sabem que nós somos a mídia
Eles não sabem que nós começamos a mania"

 

Madonna – What It Feels Like for a Girl

"Girls can wear jeans
And cut their hair short
Wear shirts and boots
'Cause it's OK to be a boy
But for a boy to look like a girl is degrading"

Tradução: "Garotas podem usar jeans
E cortar os cabelos curtos
Usar camisas e botas
Porque é legal ser um garoto
Mas para um garoto se parecer com uma garota, é degradante"

 

The Donnas – Bad Reputation (Joan Jett & The Blackhearts Cover)

"I don't give a damn 'bout my reputation
You're living in the past it's a new generation
A girl can do what she wants to do and that's
What I'm gonna do"

Tradução: "Eu não dou a mínima pra minha reputação
Você está vivendo no passado , essa é a nova geração
Uma garota pode fazer o que ela quiser e isso
é o que eu vou fazer"


Bikini Kill – Rebel Girl

"When she talks, I hear the revolution
In her hips, there's revolution
When she walks, the revolution is coming
In her kiss, I taste the revolution"

Tradução: "Quando ela fala, eu ouço a revolução
Em seus quadris, há revolução
Quando ela anda, a revolução está vindo
Em seu beijo, eu sinto o gosto da revolução"

 

Dominatrix – Vai Lá

"Você é isso
Fantoche privilegiado
Assista ao seu próprio fracasso
Você não é inteligente
Censurei seu preconceito
Estraguei a sua piada
E te desmontei
Até parece que pensar dói"

 

Tetê Espíndola – Mulher o Suficiente

"Eu não sou mulher que fique contente
Com algum presente, com o aparente
Com quem não se faz presente
Sou uma pessoa e sou capaz de ser mais que isso"

 

Nina Simone – Four Women

"My skin is black
My arms are long
My hair is woolly
My back is strong
Strong enough to take the pain
Inflicted again and again"

Tradução: "Minha pele é preta
Meus braços são longos
Meu cabelo é de lã
Minhas costas estão fortes
Fortes o bastante para tirar a dor
Inflingida uma e outra vez"

 

Patti Smith – Piss Factory

"I'm gonna be somebody, I'm gonna get on that train, go to New York City,
I'm gonna be so bad I'm gonna be a big star and I will never return"

Tradução: "Eu vou ser alguém, eu vou pegar esse trem, ir para Nova York,
Eu vou ser tão ruim que eu vou ser uma grande estrela e eu nunca vou voltar"

 

Destiny’s Child – Independent Woman

"All the women who are independent
Throw your hands up at me
All the honeys who makin' money
Throw your hands up at me
All the mommas who profit dollas
Throw your hands up at me
All the ladies who truly feel me
Throw your hands up at me"

Tradução: "Todas as mulheres que são independentes
Joguem suas mãos sobre mim
Todas as queridas que fazem seu próprio dinheiro
Joguem suas mãos sobre mim
Todas as mamães que ganham dólares
Joguem suas mãos sobre mim
Todas as mulheres que realmente me sentem
Joguem suas mãos sobre mim"

 

Beyoncé – Run The World

"This goes out to all the women
Getting it in
You on your grind
To all the men that respect
What I do
Please accept my shine"

Tradução: "Essa vai para todas as mulheres
Que estão conseguindo
Tudo com muito esforço
Para todos os homens que respeitam
O que eu faço
Por favor, aceite meu brilho"

 

No Doubt – Doormat

"I'm not your carefree, nor sugarless
Like the gum on your shoe,
I'm not the ring 'round your finger
Nor am I wrapped around you
I'm not your shoe string, your rope thing
So don't tie me in a knot
I'm not your asphalt, with oil spots
So don't use me as a parking lot"

Tradução: "Eu não sua satisfação, nem sem açúcar
Como o chiclete em seu sapato,
Eu não sou o anel em volta de seu dedo
Nem sou embalada por você
Eu não sou seu cadarço, sua corda
Então não me amarre num nó
Eu não sou seu asfalto, com manchas de óleo
Então não me use como garagem"

Christina Aguilera – Can’t Hold Us Down

"So what am I not supposed to have an opinion
Should I be quiet just because I'm a woman
Call me a bitch cause I speak what's on my mind
Guess it's easier for you to swallow if I sat and smiled"

Tradução: "Então, eu não tenho direito a ter opinião?
Devo ficar quietinha só porque sou mulher?
Me chama de vaca só porque digo o que está em minha mente
Acho que é mais fácil pra você se eu sentar e sorrir"

 

Alanis Morissette – Not The Doctor

"I don't want to be the filler if the void is solely yours
I don't want to be your glass of single malt whiskey
Hidden in the bottom drawer
I don't want to be the bandage if the wound is not mine
Lend me some fresh air
I don't want to be adored for what I merely represent to you"

Tradução: "Eu não quero ser o enchimento se o vazio é apenas seu
Eu não quero ser o copo para seu uísque barato
Escondido na última gaveta
Eu não quero ser um curativo se a ferida não for minha
Empreste-me um pouco de ar fresco
Eu não quero ser adorada apenas pelo que represento para você"

 

Abaixo a playlist de vídeo clipes escolhidos pelo Dee: 

*Dee Freitag é apaixonado por vocais femininos, coleciona CDs desde pequeno e revela a nova música no blog Pick Up The Headphones. Escreve, a cada 15 dias, a seção Música pra meninas e sobre meninas, aqui no site. Conheça mais sobre ele no Blog da Tpm.

matérias relacionadas