Tpm

por Redação
Tpm #65

A artista Nina Moraes conversou com a Tpm sobre sua nova exposição, ’Retratos de Ninar para Canções Desesperadas’, em cartaz a partir de amanhã, no Rio de Janeiro

A ilustradora Nina Moraes apresenta, a partir do dia 22, a exposição “Retratos de Ninar para Canções Desesperadas”, na galeria da loja La Cucaracha!, no Rio de Janeiro. Por meio de instrumentos como bico-de-pena, nanquim, lápis, pincel e tinta acrílica, além de costuras em bonecos de pano, Nina procura instigar a imaginação do observador. A artista conversou com a Tpm sobre a mostra, suas ideologias e aspirações.

Tpm Da onde você tira inspiração para fazer os seus desenhos?
Nina Moraes Além de todo um mundo em movimento e toda a natureza humana cheia de labirintos, abismos, caos, paixões e mediocridade, também me inspiro muito na arte bizantina, na arte flamenca, nas fotografias de Diane Arbus e na poesia de Baudelaire e Rimbaud. 

O que procura mostrar com sua obra?
Há em cada desenho um pouco de mim e um pouco do que acredito haver em cada um de nós. Há meiguice, melancolia, ludicidade, mas há também bizarrice e uma força estranha com a qual tento sugar o espectador através de olhos brancos que acredito serem como espelhos. Faço um recorte desses personagens, e suas histórias podem ir muito além daquele enquadramento. O entendimento de todo o significado de cada um deles foge de mim. Não quero explicá-los, gostaria que as pessoas de alguma maneira os vissem como um retrato seu e pudessem transpor ali toda sua angústia e paixão. 

Conte um pouco sobre a exposição "Retratos de Ninar para Canções Desesperadas". Da onde surgiu a idéia? O que representa o universo feminino em cada obra?
Nela, estarão expostos alguns desenhos antigos (desde 2005), que nunca foram expostos. Tem também muita coisa nova, como pequenos objetos em MDF pintados à mão, bonecos de pano, além de pinturas nas paredes da galeria. É um conjunto que mostra alguns anos de trabalho e a evolução dele. "Retratos de Ninar para Canções Desesperadas" é a poesia que creio descrever bem um pedaço do meu mundo particular, um mundo essencialmente feminino. Minha pintura e meus desenhos são basicamente retratos, e principalmente retratos de mulheres. O feminino é a natureza do meu trabalho. Acredito que ele está, sobretudo, nas formas sinuosas, na delicadeza dos movimentos da linha e também na agressividade dos temas.

Vai lá: 22/5, às 19 horas. Rua Teixeira Mello, 31 H, Ipanema. 

fechar

Entre em contato
com a trip


fale conosco

PABX +55 (11) 2244-8747
Caixa Postal: 11485-5
CEP: 05414-012
São Paulo - SP

atendimento ao assinante

SP (11) 3512-9465
BH (31) 4063-8433
RJ (21) 4063-8482
das 09h às 18h
assinaturas@trip.com.br
 CENTRAL DO ASSINANTE 

ou se você preferir:

e-mail inválido!
mensagem enviada!
fechar

Assine


E leve ousadia, moda, irreverência,
comportamento, inspiração.
Tudo isso com coerência, profundidade
e um olhar que só a Trip tem.

trip

Desconto de 25%

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Conceito

assinar

1 ANO
11 edições
R$ 98,18
6 x R$ 16,36

Capa Trip Girl

assinar

trip

Grátis um super relógio

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Conceito

assinar

2 ANOS
22 edições
R$ 261,80
6 x R$ 43,63

Capa Trip Girl

assinar
fechar