por Mariana Lanari
Tpm #98

A artista Dana Wyse criou mais de 180 pílulas que vão te salvar de todo o mal do mundo

Inspirada por livros de autoajuda, a artista franco-canadense Dana Wyse criou mais de 180 pílulas que prometem te salvar de todo o mal do mundo

“Entenda sua mãe imediatamente sem ter que encontrá-la ou falar com ela”, “Apague seu passado!”, “Fale russo, instantaneamente”, “Você é gay? Descubra agora”. Depois de anos colecionando o trabalho da artista franco-canadense Dana Wyse, resolvi procurá-la em seu estúdio-casa-laboratório nos subúrbios de Paris. Quando cheguei ao apartamento ela avisou que não costuma receber estranhos, mas que acabara de ler que deveria expandir seus horizontes e abrir-se para novas experiências. Sorte a minha. Estava finalmente cara a cara com a criadora das pílulas mágicas. O trabalho, iniciado em 1997, parte da obsessão da artista por livros de autoajuda, que prometem uma mudança radical, imediata e, em geral, sem muito esforço.

Ao dissecar quase todos os medos humanos, as pílulas representam um universo utópico, no qual seria possível alterar qualquer aspecto existencial. Um experimento sociológico para a artista, já que cada pílula nasce de seus próprios desejos e necessidades. Há dez anos, ela só queria ser feliz e famosa. Hoje, uma vaga (imediata) para estacionar seu carro ou uma babá na qual possa confiar vale mais do que aprender a tocar piano como Chopin. A partir das pílulas, ela se conecta ao sonho das pessoas que querem as mesmas coisas e ainda analisa padrões comportamentais em diferentes países: “Na Alemanha ninguém compra pílulas que têm a ver com fidelidade, parece não ser uma questão para eles. Nos EUA não são permitidas as que contêm pó ou seringa, por causa do medo de ataques terroristas com armas químicas. No Canadá as pessoas são mais simples, querem apenas aprender a tocar violão e ser felizes”, declarou a artista, em entrevista ao curador alemão Hans Ulrich Obrist.

Vai lá: As cerca de 180 pílulas têm edição limitada de mil unidades e estão à venda em lojas de museus mundo afora. No Brasil, podem ser encontradas na loja Cachalote ou pelo meu e-mail: marilanari@gmail.com. R$ 20 cada pílula*

*Mariana Lanari faz de tudo para não sair de casa (durante o dia). É editora de livros de arte e moda e membro do conselho editorial da revista Serrote. Tem uma pequena editora independente para publicar livros de artistas, mas gosta mesmo é de cozinhar

* Preço pesquisado em abril de 2010

matérias relacionadas